:: Casamento Misto: Casando com a família egípcia ::

A ordem cronológica normal em um relacionamento seria primeiro um tempo do que chamamos de namoro, que é onde os dois pombinhos apaixonados se conhecem melhor, apreciam as qualidades, analisam os defeitos e veem se há algum jeito de moldá-los ou se vale a pena conviver com eles para sempre amem, se não vale a pena, o relacionamento acaba e cada um vai pro seu lado, caso contrario logo vem o segundo step: o noivado, um passo para o casamento, e já da pra pensar em assuntos mais serios, como o financeiro, por exemplo, geralmente é nessa fase que o casal planeja onde que vão morar, trabalham feito loucos para ter tudo ao seu modo, princialmente a casa onde eles irão morar após o casamento, não importa se é alugada ou propria, quer dizer, até que importa, mas levando em consideração a situação economica do mundo, casa própria é privilegio de um pequeno grupo de casais em inicio de vida conjulgal, então, se não da pra comprar a casa própria antes de casar, mas o normal é que se tenha pelo menos uma alugada, nada de morar na casa dos sogros. Depois da vida material mais ou menor organizada, vamos então ao altar e pedir a Deus que os felizes para sempre seja uma realidade dia após dia…

Agora vem cá… Alguem me explica porque é que nos relacionamentos a distancia as coisas geralmente acontecem pelo caminho inverso?! Conheço várias brasileiras que casaram com egípcios que conheceram pelo mundão virtual e as historia são sempre tão parecidas, o “amor” é tão grande que tem que casar a todo custo e o mais rápido possível, essas questões de se conhecer melhor, saber os defeitos e qualidades do outro, conhecer a familia, a cultura do outro, planejar a vida após casamento… fica tudo pra depois do casamento, primeiro casa, depois vê isso. O amor é lindo, mas o risco que se corre numa aventura dessas é terrível, e nem todos tem a sorte de obter sucesso…

Depois de um ano e um mês de contato a distancia, eu e o falecido resolvemos casar. Meus conhecimentos de cultura egípcia eram pra lá de teoricos e os dele de cultura brasileira mais ainda, eu não sabia muita coisa das manias dele e o mundo virtual não deixava que eu percebesse os defeitos e muito menos se eu seria capaz de moldá-los ou de conviver com eles, levando em consideração que eu só aparecia por aqui de bom humor, ele tambem não teve muita chance de conhecer o meu lado negro e de igual modo, saber se seria capaz de conviver com ele. Surgiu a ideia de conhecer as familias primeiro e só depois pensar em casamento, assim como é nos relacionamentos convencionais, mas levando em consideração a distancia entre Brasil e Egito e a disponibilidade do bolso da minha saia e da calça dele, se fosse fazer da forma convencional, o casamento ficaria para depois, e bem depois. Tudo era muito relativo, o falecido tinha um flat meio caminho andado no Cairo, então a principio era mais lógico morarmos no Egitão, mas não é novidade que a realidade economica no Egitão não é das melhores, e assim como centenas de outros egípcios, o falecido pensava em tentar a vida fora dos limites egípcios. O Brasil agora era uma opção, mas aqui eu não tinha uma casa minha, e comprar um imovel agora seria impossível. O mais sensato era não casar agora e planejar melhor o futuro, correto?! Isso nos relacionamentos convencionais, mas como na maioria dos relacionamentos virtuais a cronologia dos fatos é aleatória e nunca sobra tempo pra planejamento… decidimos ficar no Egito mesmo, depois veríamos como que seria o futuro…

O falecido tinha um flat novo no Cairo, mas estava em processo de construção ainda. Era um flat de três andares, deixado pelo pai dele, um andar pra cada filho (ele e a irmã) e o outro para o pai e a mãe, mas daí o pai dele adoeceu e a construção do flat ficou pra depois, e eles continuaram morando no flat antigo, tudo isso antes do falecido sonhar em me conhecer. Quando nos conhecemos e decidimos casar, ele retomou a construção do flat dele, mas daí ainda faltava TODOS os moveis e esperar pra casar depois do flat todo pronto, levaria mais algum tempo. Nos casamentos convencionais os noivos esperam, mas nos casamentos a distancia, geralmente improvisam. A mãe do falecido, gentilmente, ofereceu a casa dela para morarmos, enquanto o nosso flat ia se organizando: pior coisa que eu poderia ter feito na vida!

Casando com um egípcio, morando na casa dos sogros ou não, você tambem se casa com a familia dele, isso não tem como evitar, só que morando com eles o stress é pior ainda porque em T-U-D-O eles meterão o dedo, a não ser que você seja M-U-I-T-O sortudo e encontre uma família que saiba respeitar os limites alheios, coisa dificil no Egitão. A minha experiencia de morar com a sogra não foi das melhores, ela tinha lá suas qualidades, mas eu nunca que me acostumei com a mutação comportamental dela, e implorei ao falecido que resolvessemos logo aquela questão. Um belo dia ele chega com esse comentario:

– Olha, o nosso flat está quase pronto, poderemos morar lá em breve
– Que bom!
– É, mas minha mãe tambem está organizando o flat dela…
– O_O

Lembram que eu falei acima que o flat tinha três andares? Pois bem, quando o falecido começou a reorganizar o dele, mais do que depressa a mãe dele tambem organizou o andar dela e já estava dizendo que tambem se mudaria, e pro meu desespero, a irmã dele tambem estava com planos de concluir a construção do andar dela para se mudar tambem com o esposo e as duas filhas. Que coisa mais linda, nós ficariamos no 1º andar, a mãe dele no 2º e a irmã no 3º… Não deu tempo… antes disso viemos para o Brasil!

Anúncios

6 Respostas para “:: Casamento Misto: Casando com a família egípcia ::

  1. Eu concordo com a Marina, o casal precisa de espaço próprio, e principalmente nesses casamentos “invertidos” em que se casa antes de namorar, o espaço passa ser imprescindivel para que o casal consiga se adaptar um ao outro, se conhecer e adequar um ao outro.
    A minha casinha ainda está em construção la em Trinidad, se eu me casar antes irei morar num lugar bem parecido com esse que vc falou, andar de baixo moram os pais e no de cima mora ele….no tempo que fiquei la minha sogra nunca entrou sem bater ou pedir licença, e nunca pegou nada sem pedir, até pra subir la bater uma papo ela perguntava se eu estava ocupada. Vamos ver, ja conversei muito com o gringo sobre isso e ele concorda que termos nossa casa eh muito importante e o mais rapido possivel. Vou fazer outro teste agora nos proximos 2 meses.
    Bjossss

    • Pelo menos no teu caso, estas tendo a chance de conhecer a realidade em todos os aspectos ao redor, antes de partir para o altar, isso é ótimo e quem dera se todo mundo tivesse essa mesma chance…

  2. como diz o ditado, quem casa, quer casa!! sou totalmente contra morar com outras pessoas, no Egito eles tb não tem essa tradição mas nos casamentos tipo o nosso não dá mesmo pra planejar mto, pq viver online não dá.
    Graças a Deus minha sogra era maravilhosa e só me ajudou no Egito, mas nem sempre é assim. Aqui no Brasil tb morei com meus pais alguns poucos meses, apesar de serem ótimos tb, não rola dividir casa com ninguém, né? Não são só os pais egipcios q se intromete, quaisquer pais se metem, é natural deles, ainda mais se vc está no quarto ao lado.
    Agora minha sogra tá no Brasil e está tranquilo também, pq ela realmente não me causa nenhum transtorno e tenta não se meter nas nossas coisas, acho que um mínimo de respeito nessas situações é o mais importante para a convivência!
    beijos

    • Pois é, um dos ditados mais corretos que existe!
      Sabe, independente da nacionalidade, familia tende a querer se meter na vida uns dos outros, mas ao meu ver, essa questão no Egito é bem mais acentuada 😦

  3. hum… qto tempo de Brasil vcs tiveram?, depois do Brasil, voltaram pro Egito again?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s