:: Autoritarismo masculino ::

Estava aqui pensando com meus botões e cheguei a conclusão que todo homem, lá no mais íntimo da sua alma, sonha em encontrar uma mulher que obedeca TODAS as suas ordens de forma incondicional, e essa mulher não tem que ser necessariamente seu conjuge não, pode ser a amiga, a mãe, a avó, a tia, a prima, até mesmo a vizinha… Não sei se porque desde cedo a nossa sociedade machista já programa os homens para mandar e as mulheres para obedecer, ou se de alguma forma isso faz com que ele sinta sua masculinidade valorizada.

Um dia desses eu estava conversando com um amigo e mostrando algumas fotos que eu havia tirado no trabalho, e eis o comentario do individuo:

– Era festa?!
– Não – respondi
– E porque você foi tão arrumada assim ???
– Porque eu gosto de ser assim !!!
– Mas precisava disso tudo ???
– (silencio profundo)

A minha diplomacia não me deixou dar a resposta que meu feminismo queria, mas a ausencia de resposta deixou o individuo irritado, a ponto de nem dar mais importancia as fotos.

Outro dia eu estava fazendo a caminhada de todas as manhãs quando se aproxima uma mulher mais ou menos da minha idade e do nada começa a puxar conversa comigo. Não gosto de fazer caminhada conversando, muito menos com estranhos, que alem de estranhos, tem uma conversa trash que em nada acrescenta, mas meu lado fino falou mais alto que meu lado ogro:

– Caminhar cedo e bom ‘ne’ ?!
– É – respondí –
– Você vem todos os dias?
– Venho

Por mais monossilabica que eu estivesse sendo, ela não conseguia entender que eu não estava disponível pra conversa, e continuava…

Parece que vai chover…
– É, parece…
– Eu só vim porque meu marido está trabalhando…
– Ahan…
– Ele não me deixa fazer caminhada não…
– E você obedece ???
– Tem que obedecer né ?!
– Ah e é?!

Depois dessa tive vontade de mandá-la calar a boca, mas seria indelicado da minha parte agir assim com uma pessoa que eu havia acabado de conhecer, concordam?! Ela ainda me acompanhou por vários quilômetros, falando de como o marido era possessivo e como ela era submissa, confesso que pedi a Deus que nunca mais a deixasse cruzar meu caminho, e pelo visto a oração chegou lá no trono sagrado. Amem!!

Um dia desses fui almoçar na casa de uma amiga, não gosto muito de casa dos outros, por mais amigos que sejam, mas depois de tanta insistencia, aceitei o convite para um “almoço em bando”. Já estávamos todos à mesa quando o marido dela percebeu que algumas coisinhas estavam faltando…

– Fulana, pega lá o garfo.

Ela não tinha nem terminado de organizar o prato dela, quando ele sente falta de mais coisas…

– Fulana, pega água pra mim.

A coitada se virava nos trinta para comer e dar conta das crias dela, e a mais nova era um show a parte, porque ela tinha que fazer milagre pra a criaturinha se convencer a comer dois carocinhos de arroz. Em meio a tudo isso….

– Fulana, o feijão está sem gosto, pega ali o sal…

Putzz eu já estava com os cabelos pegando fogo e quase perguntando se o bonitão estava com algum problema nas pernas que o impossibilitava de levantar e pegar o que ele desejava… Terminado o almoço, o bonitão do shopping se levantou, sequer a cadeira onde estava sentado arrumou, e foi pra a varanda tomar um arzinho, enquanto ela coitada, teve que terminar de convencer as crias a comer e arrumar toda a bagunça que estava na mesa e na cozinha.

Vou ser sincera a vocês, amo ser mulher, tem detalhes da vida que Deus foi super generoso em ter reservado apenas e unicamente para nós, como por exemplo, o ser mãe, que nunca será a mesma coisa do ser pai, ou existe algo mais sublime do que carregar um ser dentro dagente?! Desconheço! E olhe que eu não sou mãe ainda hein! Mas confesso que em materia de submissão eu não nasci para ser mulher, definitivamente não! Não estou me referindo também aquele autoritarismo feminino que em um relacionamento faz com que a mulher cante de galo e o homem fale fino, afinal de contas, homem e mulher são sim diferentes e na vida ocupam posições distintas, mas me refiro aquela submissão que faz com que a mulher seja a empregada doméstica particular do homem e que tem a obrigação de obedecer todas as suas ordens e viver a vida em função do bem estar do bonitão. Perdí as contas de quantas mulheres já conhecí que simplesmente se anulam e passam a ser o que o homem (seja pai, namorado, marido, chefe, irmão, amigo…) quer que ela seja. Desculpem colegas, mas comigo a banda toca diferente, ainda mais hoje em dia que os homens não estão cumprindo com seu dever de cavalheiros e protetores, então assim fica ainda mais difícil de cumprir com o “nosso dever” de submissão…

Anúncios

5 Respostas para “:: Autoritarismo masculino ::

  1. Destaque para a frase “em matéria de submissão eu não nasci para ser mulher, definitivamente não!”.

    Infelizmente estamos fadados à esse machismo todo…

    De algumas eu tenho pena, de outras raiva..Muitas se permitem viver nessa situação..têm a oportunidade de mudar mas persistem. Fazer o que??rsss..

    Mas é isso…
    Nadir,sou tua fã….
    Um dia vou escrever assim feito tu..rsss
    Bjs.

    • A Perfeccionista

      E não nascí mesmo! Odeio de coração quando vejo esses homens querendo fazer das mulheres suas empregadas particulares, e fico capaz de botar um ovo (vish que expressão feia :P) quando vejo que elas vão na onda deles e só falta bater continencia pro bonitão… Argh!!

      Escrever como eu?! Vish, estou longe de ser uma boa escritora, mas obrigadão ta?! 😉

  2. Considero isso uma subserviência degradante. Parece q casam ou qualquer coisa q o mantenha em contato c/ o genero oposto, p/ ter como estrelar sua masculinidade(HÃÃ!!). Ser homem é ser grosseiro, indiferente, nunca tirar 1 copo da mesa, jamais ajudar a alimentar seus filhotes -ele considera q já faz muito em trabalhar, dar teto, dar seu nome as crias(q sããão dele!!!), etc… me enoja esse tipo!! Qto a elas ora tenho pena, ora tenho raiva…

    • A Perfeccionista

      Ahhh e sabe o pior?! Quando aparece uma alma masculina bondosa que é diferente a tudo quanto que é ogro que a gente está acostumado a ver por aí, e coloca em prática o lado cavalheiro, que todo homem deveria ter, da mesma forma como exigem tanto que nós mulheres tenhamos o lado doméstico, a sociedade machista mais que depressa taxa o individuo de tudo quanto é termo pejorativo, afinal, homem tem que ser ogro e não principe, né?!

  3. é isso ai apoiada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s