:: Historias de Aeroportos: Tirando os sapatos ::

Fila do aeroporto de Londres. Lá estava eu com o humor na unha do dedo midinho e já pensando nas infindáveis horas que me esperavam até que eu chegasse em casa. Tem coisa pior do que ficar mais de oito horas dentro de um avião e pra completar, a noite, quando nada se enxerga da janela além de um abismo negro sem fim?! De dia ainda temos a chance de ver as nuvens, montanhas, rios, mares, cidades… mas naquele dia não teria nada pra passar tempo ao lado da janela, pra completar, eu não estava com um pingo de sono, a viagem prometia uma monotonia sem fim…

Depois daqueles ataques de 11 de setembro a burocracia nos aeroportos ficou ainda mais insuportável. Sempre odiei essa coisa de ser revistada, ainda mais quando tenho a consciencia de que não tenho culpa no cartorio e que por conta de gente mal carater, eu e tantos bons cidadãos temos que nos submeter a certos inconvenientes. A principio a fila parecia mais uma daquelas chatas onde você coloca suas malas na esteira, passa pelo detector de metais e tchau, até aí tudo bem, só a espera na fila era que irritava, mas logo ví que tinha algo de errado quando percebí que algumas pessoas lá na frente começaram a tirar os sapatos… Daqui a pouco lá vem um funcionario do aeroporto dando o aviso aos passageiros que teríamos que tirar os sapatos para que eles fossem passados no raio X 😯

Eu poderia ter ido com qualquer outro sapato, mas naquele dia eu escolhí usar um sapato horroroso que tinha ganho de presente da mãe do falecido, o sapato era ‘fraco de feição’ com força, mas me dava um conforto que aquela bota chiquequérrima cheia de pra que isso não me dava, e justamente por causa dessa bota que eu quase cheguei ao Egito andando como um primata, e como não queria repetir a performance de volta a terrinha, escolhí vir com algo mais confortável que me desse a chance de andar durante toda a viagem como um ser humano normal, o problema era que o material do sapato tinha um odor não muito agradável, juro que nunca tive chulé, mas aquele sapato não era meu amigo, mas enfim, eu não pretendia tirá-lo ao longo da viagem, ninguem ía cheirar meus pés e tudo o que eu precisava ele tinha: conforto!

Quando o carinha lá disse que TODOS os passageiros tinham que tirar os sapatos, eu pensei cá com meus pés: “Tô lascada!”. Ainda pensei em chamá-lo e discretamente contar a minha situação e jurar de pés juntinhos que eu era do bem e que não tinha nenhum plano terrorista escondido nos sapatos, mas é obvio que ele não iria acreditar em mim! Que situação! Já fazia umas seis horas que eu estava pelo mundo, dava pra imaginar como estava a situação lá por baixo… Entreguei os pés a Cristo e tirei os sapatos… Como era de se esperar, o material do sapato já deu sinais odoríferos de vida e eu fiquei procurando um buraco pra me enfinhar todinha dentro dele, tamanha era a vergonha! Adiantaria alguma coisa eu explicar pra quem estava ao redor que eu não tinha culpa do odor, que eu jurava de pés juntinhos que eu era limpa e que na verdade tudo era culpa do material do sapato?! Claro que não né! O jeito foi dar uma de doida, fazer de conta que não era comigo… Passei pelo Raio X, calcei os sapatos e me mandei como uma bala, sem nem olhar pra tras. Uma das primeiras coisas que fiz ao chegar em casa foi dar um cha de sumisso ao sapato fedorento…

Anúncios

4 Respostas para “:: Historias de Aeroportos: Tirando os sapatos ::

  1. Ps.: Não que eu ande de avião…mas nunca se sabe!rsss

  2. Kkkkkkkkkkkkkk…A culpa é sempre do material do sapato…o mesmo acontece com as chamadas ‘melissinhas’ de plástico..quááá…até parei de usar esse tipo de calçado pra não acontecer situação semelhante.rs

    • A Perfeccionista

      Mas serio, juro que não tenho chulé, eu uso até uns cremes cheio de flu-flu pros pés, entao até se tivesse já teria deixado de ter (putzzz que frase sem sentido!), mas o sapato nao dava tregua, podia botar perfume frances, mas o “cheiro” do material era mais forte…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s