:: Meu melhor amigo ::

Se você não acredita em amizade verdadeira entre homem e mulher, você precisa urgentemente conhecer o meu amigo M. (se ele autorizar eu revelo o nome e ainda coloco fotinha pra você conhecê-lo). Nos conhecemos faz uns dois ou três anos atrás, por incrível que pareça, aqui na internet, moramos no mesmo estado e na época trabalhávamos em locais próximos, o que facilitou os contatos exporádicos fora do mundo virtual, e no horario comercial lá estávamos nós, trocando ideias, entre um e outro minuto livre. No auge do meu inferno com o falecido, M. sempre estava por alí tentando me convencer de que amanhã tudo poderia ser melhor, e assim fomos contruindo os alicerces de uma boa amizade…

Ontem tivemos insonia mutua e coincidentemente acabamos nos encontrando aqui nessa imensidão virtual e tentamos encontrar o sono com uma conversa jogada fora aqui, outra alí, umas boas risadas lá, passamos bons minutos jogando damas na net (a propósito, ele venceu!) e o dia estava já clareando quando começamos a falar determinado assunto serio e delicado, dependendo do ponto de vista, digno de um julgamento daqueles a nivel de Juizo Final, mas levando em consideração toda a confiança que previamente já existia entre nós, não havia motivos pra receio, mesmo não sendo muito confortável a possibilidade de uma reação contraria a esperada… Depois de comentar o fato, fiquei com aquela cara de ‘e aí, qual a sentença?!’, e olha só exatamente a resposta que eu tive: “prefiro não comentar pq preciso ficar no seu lugar! sei que é dificil!” Parece tão insignificante, não é mesmo?! Mas só quem está na posição de réu é que sabe na prática o valor de um ato de compreensão. Calma pessoal! Não cometí nenhum crime hediondo não, tá?! O ‘juizo final’ lá em cima foi só força de expressão 😛

Em meio a uma longa conversa, o sono acabou sendo mais forte e resolvemos dar uma pausa na questão e continuá-la mais tarde. Nada mudou, e nem mudará, no fato em sí proprio, mas esse pequeno ato de compreensão, de certa forma, fez com de alguma maneira toda realidade tivesse outro sentido. Porque eu estou contando isso aqui?! Bom, nos dias de hoje, onde a esmagadora  maioria das amizades é na verdade baseada unicamente em uma troca de favores, e em materia de amizade entre sexo oposto, apenas troca de prazeres, não da pra ficar indiferente a um amigo que cuida da amizade, mesmo sabendo que não tem vantagens a ganhar com isso, e se dispõe a te entender, a ponto de tentar ser você…

Pois é, vivemos na correria desse mundo louco e competitivo,  na maioria das vezes agimos como máquinas, valorizar sentimentos pode ser sinônimo de vulnerabilidade e ingresso para o mundo das decepções,  vivemos contruindo muros, mas apesar de tudo é sempre bom arriscar, contruir pontes e nos dar a chance de encontrar amigos de verdade que façam valer a pena a essencia da amizade…

Anúncios

3 Respostas para “:: Meu melhor amigo ::

  1. Nadir,está amizade é preciosa..cuide,para que ela nunca morra.

  2. Oi perfeccionista preferida…nem consegui ler tudo que bebeinha está um pouco falante nestes dias, mas vou voltar de madrugada.
    Vai me visitar e veja sua lembrança!
    Bjo grande…Li

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s