☻ Recomeçando ☻

Pegue o seu selo

Olha só que coisa legal que encontrei nessa imensidão blogosférica! O Blog da Dieta com varias dicas para pessoas assim como eu que vivem numa briga eterna com a balança… Aos leitores que vivem este mesmo dilema, convido para participar do mais novo desafio lançado no Blog, clica na imagem acima e pega teu selo!

Bom, ano passado eu embarquei em mais uma odisseia faraônica em busca da perda de peso, (Quem não lembra da uma passadinha aqui) consequi perder 15 quilos e ganhar coragem para passar mais tempo em lojas de roupas e em frente ao espelho também, mas daí que chegou o final do ano com toda a culinaria que todos nós conhecemos muito bem e eu resolví sair um pouco do regime militar e me entregar ao pecado da gula, mas eu havia jurado que seria unicamente naquele periodo de Natal e Ano Novo. Havia dado uma pausa tambem na caminhada de 10km diarios, o tempo estava meio louco e as constantes chuvas logo cedo conseguiam levar minha coragem de água abaixo, mas a promessa estava feita: “Em Janeiro volto com todo gás”…

No periodo das festas de final de ano comí como se não houvesse mais amanhã, em janeiro ainda havia ficado o restinho daqueles doces e afins infames que instigavam a minha gula e fui adiando o dia do recomeço, até que fui vestir uma calça e percebí um esforço diferente ao tentar fechar o zipper… Pois é, eu havia engordado! Agora teria que correr atrás do prejuizo, mas onde estava a coragem?! Nunca usei drogas, mas pude me imaginar mais ou menos na situação de um drogado que sabe que precisa deixar de usar as drogas, mas não acha forças pra isso. Eu sabia que precisava emagrecer, por questões estéticas e por questões de saúde tambem, mas o estômago estava falando mais alto que a minha razão…

Esta semana resolvi dar um basta em tudo isso e tomar uma atitude: reeducar meu estilo de vida mais uma vez. Voltei a usar o Fields of Green da Forever Living que milagrosamente tira aquela fome descontrolada e estou aprendendo a dizer não a toda aquela tranqueira gostosa que só deforma minha silhueta. Voltei a fazer caminhada e é aqui onde o bicho está pegando. As minhas caminhadas são de madrugada, tá bom, reconheço que é tosco e arriscado, mas já tentei caminhar em outros horarios, mas parece que minhas pernas travam, a preguiça me consome e não dou resultado, o problema é acordar cedo, ainda mais depois de dois meses de uma vida sedentaria…

Ontem coloquei o celular pra despertar as 04h15min, geralmente saio de casa as 04h40min, tenho o costume de tomar banho antes de sair e as vezes comer alguma coisa também. Como fui dormir pensando na caminhada, acordei mesmo antes do horario agendado no despertador e fiquei lá na cama tentando mais uma vez adiar o que eu nunca deveria ter parado. Sabe o anjinho e o diabinho dos desenhos animados que nos deixam loucos frente a uma decisão? Pois bem, acho que eles estavam lá no meu quarto ontem, com a metade do cerebro dormindo e a outra metade tentando acordar eu ouvia o anjinho: “Tenho que levantar, preciso caminhar pra perder peso, preciso cuidar da saúde, preciso ficar bonita, preciso usar aquela roupa…”. Enquanto isso, o diabinho cantarolava no meu juizo: “Ah que sono! Vou deixar pra começar amanhã! Prometo que amanhã eu vou…”. Depois de uns minutos nessa agonia, dei um pulo da cama e corri pro chuveiro, acordar a outra metade do cerebro e me mandar pro parque. Minha intenção era caminhar os 10km que eu caminhava sem grandes problemas, mas quem foi que disse que meu corpo estava preparado pra isso?! Caminhei 5km e voltei pra casa, feliz por ter vencido a mim mesma e arrependida por ter inventado de dar uma pausa no regime…

Alcançar metas é sinônimo de construção de novos limites e vou dizer a vocês, ultrapassar nossos proprios limites não é nada fácil, principalmente quando paramos em algumas etapas e ao voltarmos não conseguimos continuar exatamente de onde paramos, fato bem comum quando o assunto é perda de peso. Minha meta é chegar aos 70 quilos, faltava apenas 6 quanto inventei de dar a pausa na educação alimentar, ainda não tive coragem de enfrentar a balança, mas devo ter ganho uns dois ou três quilos nesses dois meses. Pouco?! Levando em consideração o esforço faraônico que foi para perdê-los, é como se eu tivesse adquirido todos os 15 quilos que perdí, mas aqui estamos nós para um recomeço. Hoje rejeitei um pedaço de bolo de chocolate e olhe que eu sou chocolatra assumida! Ahh como eu tô orgulhosa por isso! Bom, agora preciso ir, já é tarde e daqui a pouco tenho que me jogar na pista de cooper lá do parque :P. Aos leitores que estão enfrentando alguma meta de perda de peso e por algum motivo fracassaram, fica aqui meu apoio, não desanimem, sempre é hora de recomeçar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s