Casamento?! Tô fora!

Dia desses um “amigo” me propos casamento. O detalhe é que haviamos nos conhecido a pouquissimo tempo e além disso, ele, da mesma forma que eu, tinha a pouco saido de uma separação. Perguntei se ele tinha bebido ácido naquele dia…

Eu gostaria muito de estar totalmente enganada, mas a cada dia eu chego a triste conclusão de que hoje em dia o casamento não é mais uma boa escolha e muito menos garantia de felicidade. Ontem eu estava voltando do cooper quando encontro um antigo vizinho que há anos eu não o via. Ele havia casado e desde então tinha ido morar em outro estado. Cá com meus botões eu pensei que ele estaria aqui a passeio até que ele comentou que tinha voltado pra morar porque havia se divorciado. Dia desses eu estava conversando com determinada pessoa e fiquei meio assim sem ação quando a ouví dizer que ía sair de casa e desfazer um casamento de quase 20 anos. Há alguns anos atrás presenciei a realidade de outro um casamento arruinado, mas o casal não se separava porque devia satisfações a sociedade e fazia parte de uma familia tradicional, onde o divorcio não era visto com bons olhos, e assim viviam de aparencia, bem longe do sonhado ‘felizes para sempre’. Uma outra pessoa, recem casada, chegou a mim e disse que se hoje fosse ontem, ela não havia casado. Nesse último caso aqui a minha decepção chegou ao seu mais alto nível, já que eu sempre coloquei uma fé enorme no “amor” desse casal, mas até a eles, a maldição do casamento infeliz conseguiu chegar…

Quando eu era solteira eu achava que os casais eram infelizes por falta de sabedoria, paciencia, companheirismo, comodismo, dedicação… e cá com meus botões eu conseguia achar solução para os problemas de todos eles, e ainda pensava comigo que um dia quando eu casasse, eu seria a pessoa mais feliz do mundo porque eu achava que teria sabedoria, paciencia, companheirismo e dedicação necessarias para um casamento de sucesso. Casei, e agora com o calo nos meus proprios pés, comecei a enxergar o outro lado da moeda e perceber que a coisa não era tão simples como eu achava que era, e a moral da historia é que pra mim mesma o casamento não foi uma boa escolha e muito menos garantia de felicidade, tanto que optei pela separação.

É claro que o problema não está no casamento como instituição, mas sim nas pessoas, parece que hoje em dia as pessoas vivem fazendo escolhas erradas, é dificil encontrar um casal que diga que está satisfeito com a escolha que fez, pelo menos pra mim só aparece aqueles que se arrependem até a alma por um dia terem subido ao altar, e levando em consideração que trilhei exatamente este mesmo caminho, aquela minha conclusão inicial só tende a acentuar-se cada vez mais.

Me proponha atravessar o oceano a nado que eu arriscarei, mesmo não sabendo nadar e morrendo de medo de água em grande quantidade, me proponha escalar o Everest que mesmo morrendo de medo de altura, eu ainda arrisco a aventura, mas não me proponha assinar um contrato de casamento. Pode até ser que amanhã eu mude de ideia, mas hoje, não tenho coragem de correr esse risco, até porque em caso de defeito, da um trabalho danado para passar por todo o processo de devolução…

Minha mãe é dessas pessoas bem religiosas sabe e pra fechar com chave de ouro, ela, assim como eu tambem, faz parte de um dos grupos religiosos evangélicos mais legalistas que existe no nosso país, a diferença é que eu tenho a minha mente neste século e minha mãe, em muitas coisas, ainda tem a mente no século passado. Por eu ter me separado, já sou vista com olhares atravessados pelos meus “irmãos” lá da igreja, mas pelo menos minha mãe deu apoio total (ufa!), mas daí ela espera que eu me case de novo, como manda o figurino, tudo dentro dos conformes estabelecidos pelas regras da religião. Tenso né?! Pois é, e ela vive beirando um colapso nervoso aqui quando eu digo que não quero papo com casamento, que o negocio agora é arrumar um emprego ‘caceteiro’ (leia-se: muito bom) e namorar… 😛

Ah gente fala serio! Cometer o mesmo erro outra vez é burrice né?! Tudo bem, hoje estou sendo extremamente pessimista ou mal amada, como muitos dizem por aí, a questão é que o problema não foi apenas comigo, mas com uma grande maioria das pessoas que fazem parte do meu convivio real e virtual, então é bom não arriscar né?! Até que eu encontre alguém que realmente valha a pena, eu continuarei achando que casamento é a pior escolha que eu poderia fazer agora. O problema é eu me convencer que existe alguém que valha a minha confiança… Quem sabe se de repente Deus mandar um anjo na carruagem de fogo e fazer brilhar uma estrela encandescente na testa do individuo né?! Por enquanto estou ótima de volta a minha vida de solteira, sem obrigação de esquentar a barriga no fogão e esfriar no tanque, melhor ainda, não ter que passar o dia todo arrumando o que o infeliz do marido insiste em deixar bagunçado, poder ter uma cama só pra mim e não ter que ouvir ronco ou “outros ruidos” alheios desagradáveis, não ter que ver meia largada na sala, sapato embaixo da cama ou toalha molhada atrás da porta, não ter que discutir sobre dividas, não ter que ter horario pra chegar ou sair, não ter que dar satisfações, não ter que esperar pela valorização que raramente vem… Maravilha!

Aaaaaaaaai os apaixonados de plantão perguntam e como que fica toda a vida purpurinada do “amor”… Como que fica?! Simples: a gente namora bem muito! Beija, abraça, abraça, beija, patati, patata, piriri, pororó, e depois?! Cada macaco vai pro seu galho, cuidar da sua vida. Assim é ótimo, da até tempo de ter saudade e tempos depois ainda ter clima para juras de amor. Não é o máximo?! No casamento não da muito tempo pra isso porque o homem está demasiadamente preocupado nas contas que tem para pagar e a mulher extremamente estressada com todos os serviços domesticos que ela tem pra deixar em dias, isso quando ela tambem não tem que trabalhar fora, aí que lasca tudo e não demora muito pra que marido e mulher virem apenas colegas de teto…

Vish! Estou cética demais hoje né?! Bom, por enquanto prefiro assim…

Anúncios

14 Respostas para “Casamento?! Tô fora!

  1. Não entendo e nunca entendi esse papo de que ‘homem tem medo de casar’ Cara, o medo maior é muuuuito mais da mulher! Pq a responsa é muito mais dela do que dele, a vida que mais muda é a dela, temos muito a perder com um casamento (liberdade, tranquilidade, etc..) e pra eles é um sossego só (comparado ao que é pra nós) Tenho pavor de casamento, meu noivo está louco pra casar e eu estou me desesperando com a ideia…

  2. Já diz o dito popular:
    ” Se casamento fosse coisa boa, não haveria necessidade de testemunha. ”

    kkkk kkkk

    • Nadir Araújo

      Teoricamente falando o casamento é a melhor coisa que pode acontecer a um ser humano, tem algo melhor do que ter alguem que te ame, que divida a vida contigo, que te apoie nos momentos tristes e se alegre contigo nos momentos felizes?! O problema é que na prática a grande maioria não tem a sorte de viver essa teoria, aí é onde o casamento deixa de valer a pena… 😦

      • Disseste bem “teoricamente”… na prática passa ao nível da sorte(que ñ cai no colo de td mundo)p/ os demais fica na linha onírica mesma.

        P/ muitos sou pessimista ou amarga. Prefiro me considerar realista. Nem por isto deixo de ter meu lado meigo e apaixonado. Apenas, aprendi a Ñ correr riscos. Ñ curto transformar minha vida em uma montanha russa sem cinto de segurança+freio obsoleto. Já me ‘acidentei’ duas vezes e ñ tem seguro que cubra ou indenização que pague ‘estas coisinhas’.

        • Nadir Araújo

          Pois é Dyrdhra, eu que me “acidentei” uma vez, tenho todos esses meus traumas, imagina só se tivesse sido em dose dupla… Correria de casamento como o diabo corre da cruz…
          Pra te ser sincera, eu ainda tenho uma esperança remota de algum dia casar de novo, mas isso em um futuro B-E-M distante, por enquanto estou focando a minha vida no lado profissional, pelo menos, de certeza esse sim me trará alguma felicidade, tudo bem que uma felicidade material, mas enfim, lidar com a area profissional ainda me parece bem menos complicada do que lidar com a area sentimental, e paralelo a isso estou aí de olho nas opções ao redor, mas nada de falar em casamento, por enquanto, cada macaco no seu galho…

  3. Nadir,em primeiro lugar acho que devemos lembrar da forca do nosso pensamento, e mentalizar coisas boas como objetivo, e nao ficar com medo ou lembrar muito das coisas ruins que houveram. Aconteceu, ponto, aprendizado. Mas tente imaginar, mentalizar (exercicio mental mesmo) voce feliz, com um companheiro maravilhoso, e pedir a Deus e ao Universo que traga isso, no momento certo. Acho sim que podemos ser solteiras felizes, nao necessariamente precisamos ter um companheiro ou marido para sermos realizadas, mas acho que um casamento bem sucedido e infinitamente melhor que uma solterice gostosa. Ja passei pelas duas situacoes, a de solteira-bem-sucedida-e-feliz, tambem ja ouvi muita coisa do tipo…ah, voce nao e uma mulher completa pois nunca casou, nao tem filhos…rs…e nunca concordei com isso – vivi intensamente minha solteirice e achava minha vida muito boa e nao queria arriscar a troca por um casamento a menos que eu tivesse muitas evidencias que esse casamento me fizess muito mais feliz…mas nao tinha medo, so vivia cada momento conforme a vida me apresentava…
    Agora vivo o outro lado da moeda, de mulher casada, e posso te dizer que minha vida de casada e infinitamente mais gratificante que minha vida de solteira. Tudo isso que voce disse, sobre meias e toalhas, barulhos…rs…as vezes podem nem existir, dependendo do homem que voce estiver, e mais, pode ser que voce tenha um companheiro que te mime, que seja muito seu amigo, que assista tv de maos dadas contigo, que seja seu companheiro para todas as horas, na alegria do fim de semana ou na tristeza de uma doenca, por ex… aquele que faca uma massagem no seu pe depois de um dia longo de faxina, e aquele que se delicie com sua comida que voce preparou, e que tambem prepare de vez em quando comidinhas para voces…aquele que esfrega suas costas na hora do banho, que esquenta seu pe nas noites frias, que prepara o cafe da manha no fim de semana…entao, peca um homem legao ao Papai do Ceu,mentalize o companheiro que voce acha que te fara mais feliz e vibre para isso… O Universo conspira ao nosso favor…

    • Leva a mal ñ!! Mas…a coisa ñ tem como dar certo qdo apenas um dos elementos do projeto, se empenha em seu sucesso. Enquanto o outro, crê cegamente na instituição
      casamento e ‘Deus cuidará de ti, no teu sofrer, no teu viver…’.
      E daí então…não tem mentalização ou oração, que mude alguma coisa.

      • Afinal, desde qdo Deus é conjuge de alguém?? P/ tuuudo ficar por conta d’Ele??

      • Concordo contigo inteiramente no que diz respeito ao CASAL se empenhar no sucesso do casamento, claro…afinal, casamento, casal, tudo esta relacionado a DUAS pessoas…quando UM deles nao esta empenhado em fazer do casamento uma coisa prazerosa, acabou casamento. E melhor eles se separarem MESMO. O que quero dizer a respeito de mentalizar e orar e que acho que devemos sempre mentalizar coisas e situacoes positivas sim, nao importa em que situacao, mas acho que devemos lembrar que devemos orar da maneira correta. Muitas vezes queremos MUITO uma coisa ou uma pessoa e esquecemos de perguntar a Deus se essa coisa ou esse alguem ou esse caminho que estamos querendo e da vontade DELE na nossa vida. Muitas vezes pedimos a Deus a pessoa errada, oramos da maneira errada. Temos que orar para que Deus nos mande a pessoa certa, a pessoa que Deus tem reservado para nos. E aquilo que Deus tem reservado para nos sempre e o melhor, sempre flui de maneira mais facil. Eu creio MUITO no poder da oracao, eu mais que ninguem e mais que nunca, hoje em dia, creio em milagres, mas em primeiro lugar, temos que nos conectar com a vontade de Deus.

        • Nadir Araújo

          Agora sim entendí o sentido da questão, quando você havia falado em mentalizar coisas boas, eu não liguei à oração e a fazer a vontade de Deus. Bom, nesse caso aí eu concordo plenamente com você sim, eu mesma, se tivesse entregue a minha vida nas mãos de Deus, tudo teria sido diferente, mas ao contrario, tentei eu mesma fazer meu futuro, jurando que era aquilo o certo, e Deus que respeita o livre arbitrio humano, ficou lá de braços cruzados só olhando e já vendo o fim que aquele futuro “brilhante” levaria, mas de qualquer forma valeu a experiencia, depois dessa, hoje eu não dou um passo sem pedir que Deus me guie… mas ainda preciso ser muito mais otimista em se tratando de partir pra um segundo casamento…

    • Nadir Araújo

      CRISSSSSSSSSSS QUE BOM TE TER DE VOLTA!!!! AHLAN!! AHLAN!! AHLAN!!! 😉

      Olha, eu sou tua fã e tu sabes bem disso né?! Admiro demais a tua capacidade de ser extremamente otimista frente a situações bem delicadas e confesso que tenho tentado seguir teu exemplo, mas em termos de ter coragem pra enfrentar outro casamento, eu ainda estou muito longe de ter esse otimismo todo, até tento mentalizar esse companheiro formidável que você citou aí, que me faça esquecer todos os contras de um casamento, mas infelizmente esse homem aí é a coisa mais dificil de encontrar, e quando eu olho ao redor que vejo tantos exemplos de casamentos monotonos e que vivem se arrastando, confesso que eu prefiro não idealizar tanto, pra não sofrer decepções no futuro, obviamente que não é porque aconteceu comigo uma vez e acontece com tantos casais ao meu redor, que necessariamente tem que acontecer comigo de novo e do mesmo jeito, mas infelizmente a possibilidade do homem ideal não passar dos meus sonhos é bem maior do que ele aparecer na minha realidade, então por enquanto eu estou quieta na minha, se aparecer alguém que aparentemente valha a pena, a gente vai vivendo um dia após o outro e pedindo a Deus que venha a tão sonhada felicidade, mas sem esperar muito…

  4. eu não tenho medo de me casar, eu tenho verdadeiro pavor. Cometi um erro de casar muito novinha e não aprendi e cometi outro ,e tudo legalmente como manda o figurino .já me convenci que o problema é meu …se colocar os 100 melhores homens dos sonhos de qualquer mulher enfileirados, e só um filho da p… ,podem ter certeza que eu vou direto para o filho…, então até que eu esteja curada de todos os meus traumas o homem que me querer tem que fazer muito mas que só fala “eu te amo”.
    o pior é que me sinto muito mas feliz sozinha, do que já mais me senti quando casada .
    mas, sinto que as pessoas ainda pensa que casamento é sinônimo de felicidade . e quando você diz que é feliz sozinha, agem como você estivesse mentindo, como se fosse impossível. você acredita que ja escutei de uma vizinha ,10 anos mas velha que eu(provando para mim que idade não necessariamente traz sabedoria ),que eu era infeliz ,que era impossível ser tão feliz sozinha , que eu falava que me sentia bem sozinha para não me sentir mau diante das bem sucedida nos casamentos(é mole,chupa essa manga?!)hahahaha,e isso vindo da boca de uma pessoa que come o pão que o diabo amassou na mão do amante só para manter um padrão da vida .
    então eu falei, que poderia não ser feliz como todos pensão que dever ser a felicidade alheia .mas , com certeza eu era mas feliz que ela .(não preciso dizer que nossa amizade está estremecida). Graça a deus que eu com minha idade de mais de 30 e menos,menos… de quarenta ,não sou dependente nem emocional e nem financeiro de ex ou de qualquer homem ,e tenho uma vida conforta-vil; e acreditem eu só muito feliz assim, sem nenhuma demagogia barata.

    E sincera-mente eu não penso que o casamento que não foi bom para mim ,que necessariamente tem de ser ruim pra outra pessoa .eu credito no amor e que as pessoas podem acha sua felicidade ,se for casado então que venha o casamento .

    beijo minha linda

  5. Eu moooooooooorro de medo de casamento… e olha q não tive a experiência ruim q vc teve… rsrsrs
    Mas… como vc disse :
    “Quem sabe se de repente Deus mandar um anjo na carruagem de fogo e fazer brilhar uma estrela encandescente na testa do individuo né?!”
    Aí eu acho q encaro a vida a 2… é q gente da nossa família a gente ama e convive desde de criança, mesmo com todos os defeitos… Já o esposo, é um estranho né.

    • Nadir Araújo

      Sabe, eu nunca morrí de medo de casamento, muito pelo contrario, meu grande sonho era casar e eu apostava os dois dentinhos da frente como meu casamento seria o mais feliz do universo, só que a minha escolha foi a pior que eu poderia ter feito e o resultado disso é que hoje eu tenho aquele medo que antes eu não tinha, e pior, elevado a décima potência 😦

      Além desse detalhe de trazer um “estranho” pra casa, corremos o risco do “estranho” ser ainda muito mais estranho do que possamos imaginar, e é aí onde as portas do inferno se abrem, pra mim ficaram ‘escancaradas’…

      Obviamente que ainda há um pensamento remoto de um segundo casamento pra esses lados de cá, mas agora a coisa é diferente, a coragem já não é mais a mesma… 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s