Um domingo de tedio

 

 

Semana passada tive um domingo P-E-R-F-E-I-T-O e teria tudo pra ter bis amanhã, mas adivinhem o que eu estarei fazendo neste domingão as oito horas da manhã… Tomando um sorvete delicioso com cobertura de chocolate?! Não! Pegando um bronze na praia e lendo jornal da letra grande pra não fazer mal a vista?! Também não! Fazendo compras no shopping e sendo feliz? Nada! Saindo com as amigas e colocando as fofocas em dias? Até que estava nos planos! Na igreja pedindo perdão pelos milhões de pecados cometidos?! Bem que precisaria, mas não vai dar! No sofá de casa acompanhando os últimos fatos sobre o caso de Bruno e Eliza Samudio?! Não! Pendurada em algum pescoço cheiroso e beijando muito?! Era tudo que eu queria, mas é claro que não haverá tempo pra isso… 

Imaginem só que amanhã as oito horas da manhã eu estarei em uma sala fechada, sentada em uma cadeira não lá muito confortável, juntamente com outras pessoas, algumas conhecidas, outras não, a manhã inteirinha que Deus dará, tratando de assuntos profissionais… Estou tão feliz por este domingão que mal posso esperar a hora da bendita reunião… Grrrr!

 Poxa, alguém aí avisa ao coordenador lá do curso que os professores precisam de um domingo bem distante de assuntos pedagógicos, please?! Alguém faz com que ele entenda que eu já passo a semana inteira speaking English e no domingo eu quero fazer qualquer coisa que não seja falar inglês?! Alguém explica pra ele que neste semestre todos os feriados caíram no dia das minha aulas e por isso eu estou tendo que dar aulas em plenas ferias pra poder colocar as benditas lições em dias e que agora mais do que nunca, o domingo não é sinônimo de dia de trabalho pra mim? Alguém me faz esse favorzinho!? Muito grata!

Anúncios

3 Respostas para “Um domingo de tedio

  1. Maaaaaaleshhhhhhhh ya Nadir hehehehe
    bjo

  2. Ai que pena Nadir, mas vc não está sozinha nesse barco… eu também já trabalhei muitos sábados, domingos e feriados depois de passar a semana fazendo hora-extra, largando às 20h, 22h ou até mesmo 00:00h (detalhe :a hora-extra era convertida em ‘banco de horas’, ou seja, nunca vi a cor do dinheiro e ainda não tinha como folgar pelo banco de horas por ter excesso de trabalho!)
    Mulher, começa a pensar em fazer concurso pra Cefet, Colegio de Aplicação, Militar, esses assim… Pois a jornada de trabalho é respeitada né.
    abs
    🙂

    • Nadir Araújo

      Hummm pra ser sincera as vezes eu gostaria muito de sair do ramo da educação sabe, a única coisa que ainda me faz pensar duas vezes é a amizade que eu tenho com a grande maioria dos meus alunos, isso me motiva muito, mas a educação em si, tem deixado muito a desejar… 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s