Uma gringa fail

Lembram quando eu comentei sobre a minha metodologia de aprimoramento do meu inglês falado? Não?! Então da uma passadinha aqui antes de continuar a ler o post de hoje…

No começo da execução da ideia era meio estranho estar o tempo todo falando inglês com um patricio, principalmente quando falávamos com alguem por perto nos escutando, meu objetivo era unicamente melhorar meu speaking, mas havia aquele receio da pessoa ao lado achar que eu poderia estar treinando meu lado exibicionista, que diga-se de passagem, é quase inexistente. Depois acabei chegando aquela velha conclusão de que eu que pago minhas contas, então, cada um que pensasse o que bem entendesse, o que eu não poderia era deixar a oportunidade passar, e sei que com isso o falar ingles passou a ser algo tão natural que se por algum momento o português entrasse na conversa, logo em seguida viria a cobrança. Posteriormente outros dois colegas de trabalho acharam a ideia legal e tambem juntaram-se a nós, e assim tem sido desde o começo desse ano, se estamos em conversas informais, pode ter certeza que estaremos speaking English.

E daí que hoje eu fui trabalhar de manhã e acabei encontrando com alguns alunos que nunca tinham me visto nem mais nova e nem mais velha na vida deles, Ewerton estava por perto e sempre falando inglês comigo, até então tudo normal, até que eu percebí que dois alunos estavam com cara de ‘vi um extra terrestre’, mas tudo bem, deixei pra lá. Minutos depois, outro colega de trabalho entra na sala e me pergunta, em inglês, sobre um terceiro colega, e eu, em inglês, respondi que o tal havia precisado de ir pra outra sala e ensinei como chegar lá. Ele foi em busca do professor e eu continuei meu trabalho, quando de repente…

– Hey! Don’t speak Portuguese!! That student is thinking you’re a foreigner [Hei! Não fala português!! Aquele aluno está pensando que você é estrangeira] Disse Ewerton com aquele ar de ‘vou me divertir agora’
– What?! [Que?!] Respondi com cara de ‘como é que é?!’
– He asked me where you were from and I told him you are from California [Ele me perguntou de onde você era e eu disse que era da California]
– O_O

E daí que Ewerton começou a puxar assunto e ficamos uns cinco minutos mandando ver no English, e o menino está aqui diagonal a mim com cara de quem está vendo a porta da nave espacional sendo aberta e o extra terrestre aparecendo por trás dela. Minutos depois Ewerton pergunta se o menino não queria tentar falar comigo e lá vem o coitado com aquela cara de ‘estou morrendo de vergonha’

– Hi boy, how are you?! – Ataquei tentando ser o mais American possivel
– O que ela disse? –
Perguntou o menino com cara de paisagem
– Ela perguntou como que você estava – Ataca Ewerton de tradutor
– Ahhh fala pra ela que eu tô bem! – Responde o menino entrelaçando os dedos da mão e rodando pra lá e pra cá na cadeira
– He said he’s fine –
Fala Ewerton pra mim
– Great! –
Respondí, jurando que não estava entendendo mesmo o português dele –
– Ahhh pergunta pra ela de onde que ela é, o que ela está achando daqui…

Aiiiii gente eu sou péssima pra fazer de conta, ao invez de continuar a brincadeira, eu comecei, em inglês, a dizer a Ewerton que eu era péssima pra essas coisas, que a invenção foi dele, então que ele inventasse lá a resposta pro garoto, e o menino tá aqui com cara de bunda e já ficando todo sem graça, e vendo que o menino já estava ficando meio desconfortável…

– Ihhhhh te peguei!!! Ela não é da estrangeira não!!!!

O menino olha pra ele com aquela cara de ‘vou te matar’, olha pra mim com aquela cara de ‘não tô acreditando’ e eu me acabando de rir do mico alheio…

😀

Anúncios

4 Respostas para “Uma gringa fail

  1. hahaha… q maldade com o bichinho !!!

    • Nadir Araújo

      Sorte dele que eu sou péssima pra fingir, senão até hoje ele estaria pensando que eu era da California 😀

  2. Oi, Nadir.
    Ontem entrou no meu ônibus um grupo de jovens estrangeiros. Percebi de cara que eram gringos pelos olhares de que “será que estou no lugar certo?”. Aproximei-me deles só para saber em que língua estavam se comunicando. Não ouvi muita coisa, mas acredito que era inglês.

    Abraços.

    • Nadir Araújo

      Agora vou dizer, o menino também não prestou atenção a coisa, porque eu não tenho, nem de longe, cara de estrangeira, daí ele poderia pelo menos desconfiar né 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s