Trabalho e Qualidade de vida

Trabalhar é ótimo! Quem é que não gosta de chegar final do mês, olhar pra telinha do caixa eletrônico e ver aqueles números sorrindo fazendo valer nem sempre todo o esforço dispensado até então?! Eu mesma adoro! Só que hoje em dia o tão procurado dinheiro não anda caindo do céu, se é que alguma vez na historia da humanidade ele andou caindo né, e acontece que se queremos ganhar mais, consequentemente temos que trabalhar mais também, e as vezes, ou quase sempre, esse trabalhar mais pode envolver uma carga horária que ultrapassam o limite do nosso corpo.

Semestre passado eu estava responsável por quatro turmas e uma carga horária bem tranquila, dava até pra dar uma atenção especial a minha vida virtual e eu poderia me dar ao luxo de ficar parte da madrugada aqui pela net e acordar um pouco mais tarde no dia seguinte, até que apareceu outras três novas turmas e agora com sete turmas pra dar conta o tempo livre virou uma piada. A vida virtual quase que entra em extinção, nem sei mais o que é MSN, já perdi até uns amigos que tinha por aqui e não os critico não, se a gente some da vida das pessoas, a tendência é que elas também se afastem da nossa…

Não sei mais o que é dormir com tranquilidade, com tanta cobrança e ossos do ofício pra lidar, vou pra cama pensando no que tem que ser feito no dia seguinte e quando finalmente consigo dormir é pra sonhar com todos os meus planejamentos. O meu perfeccionismo não ajuda em nada, meu trabalho, em muitas situações, não depende de mim e por conta disso, nem sempre as coisas saem do meu jeito milimetricamente planejado, e sair dos planos é algo que me deixa extremamente fora de mim. Dou aulas de inglês em todas as turmas mas elas fazem parte de projetos e instituições diferentes e com tantos detalhes diversificados e tantos diretores pra dar satisfações pedagógicas, chega uma hora que eu estou falando com o coordenador da turma A assuntos que fazem parte da metodologia da turma B, e depois lá vem a equipe da turma C cobrando coisas que eu jurava que tinham a ver com a turma D… complicado né?!

A quantidade de horas que passo na escola parece que triplicou, hoje mesmo cheguei as 11:00 da manhã e só voltei pra casa as 10:00 da noite, sem contar que estou começando a ter uma habilidade incrível de estar em dois lugares ao mesmo tempo, não me pergunte como mas de vez em quando eu consigo essa proeza, e pra alegrar minhas pernas, a escola onde trabalho é ENORME  e esquecer uma simples chave do armário significa voltar um quilômetro pra pegá-la na bolsa, levando em consideração que eu sou viciada em andar montada em 15cm de altura e só sei dar aula andando os quatro cantos da sala, vocês já podem imaginar a situação das minhas pernas no final da cada aula…

Finais de semana?! O que é isso?! Era uma vez que sexta-feira era motivo de alegria pra mim, agora ela só me avisa que o sábado está a caminho e que ainda tenho outras duas turmas pra dar conta o dia todo e o domingo só me lembra que a segunda está quase chegando com outras aulas e pendências para serem colocadas em ordem.

E meu humor?! Isso está sendo a coisas mais complicada de lidar, a pressão do dia a dia tem me deixado impaciente, as vezes da vontade de jogar tudo pro ar, reconheço até que as vezes sou grossa até com quem eu deveria ser uma seda. Ontem mesmo eu estava assim, calada, quieta na minha, cara de poucos amigos, sem querer papo com ninguém, aí chega determinados alunos que são uns doces comigo e enquanto eles estão lá só faltando me colocar nos braços, eu continuo calada, quieta na minha, com cara de poucos amigos e sem querer papo com ninguém, não que eu os trate mal, mas não sou a pessoa que eles sabem muito bem que sou…

Trabalhar é bom, ganhar dinheiro é melhor ainda, mas até onde tudo isso vale a pena?! O cansaço que hoje me consome está fazendo com que essa pergunta ecoe ao meu redor…

Anúncios

3 Respostas para “Trabalho e Qualidade de vida

  1. Erika Edanniele

    Concordo com o que está escrito anteriormente, não adianta te esforçares tanto agora para depois te arrependeres!!! Analise os fatos e como está sua vida, pense reflita e aja…

  2. Olha Nadir, falo por experiência de Ex-Workaholic… ainda bem que vc já está se questionando até que ponto isso vale a pena…
    Ainda bem q nao foi depois de vc prejudicar a sua saúde, de perder reuniões em familia, perder namorado, oportunidades de estar com amigos, de estar com a sua mãe enquanto vc ainda a tem, etc
    Pq depois, vc iria olhar pra trás e iria se arrepender…
    Dinheiro é bom, e todo mundo gosta, mas……… a gente tem que pensar no nosso bem-estar físico, mental e social.
    abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s