11 de setembro

Faz trocentos anos que tô tentando postar aqui, mas minha internet hoje tá uma bosta elevada a décima potência muito lenta. Já liguei pro responsável que há umas duas horas atrás me prometeu que iria ver qual era o problema e faz duas horas que eu estou aqui esperando… mas vamos ver se consigo postar ou se terei que pedir graças a Cristo pra não ligar de novo pro cara e dizer que a mãe dele é uma fofa…

Bom, hoje é 11 de setembro… E o que essa data nos lembra?! Nove anos passaram, mas confesso que quando paro pra pensar, é como se os ataques tivessem acabado de acontecer. Lembro que eu estava na casa de uma amiga naquele 11 de setembro, quando a mãe dela chegou desesperada do trabalho pedindo pra que ela ligasse a TV, e lá estavam as duas torres gêmeas em chamas… Demorei pra assimilar que aquilo não era cenas de algum filme de Hollywood. Sabe a cena que ficou bem marcada na minha memória? Alguém que em meio ao desespero se jogou da janela de um daqueles andares…

Nove anos passaram e infelizmente o mundo não mudou muita coisa, e não sei se eu deveria ser tão otimista a ponto de achar que as coisas melhorarão. A intolerância continua no coração dos seres humanos e a grande prova disto está aí naquele pastor americano que teve a “brilhante” ideia de marcar mais um 11 de setembro com outro ataque terrorista, ainda bem que ele desistiu da ideia, mas sei lá, qualquer dia desses em qualquer esquina dessas a gente pode encontrar um inconsequente que atire um avião sobre o próximo ou invente de desrespeitar a fé alheia…

Bom, e vocês aí… o que estavam fazendo nove anos atrás naquele 11 de setembro?!

Anúncios

2 Respostas para “11 de setembro

  1. lembro q acordei acho umas 10h, fui ver desenhos animados na tv (nesse tempo eu nem estagiava) e de repente, interrompem e passam as imagens… eu toda atordoada ainda, nem entendia direito, pensei que fosse acidente aéreo… acho q só à tarde fui entender melhor o que aquilo significou…

    • Nadir Araújo

      Eu lembro que eu olhava pras cenas e via o reporter narrando o fato, mas ainda assim o cérebro não conseguia assimilar que aquilo estava mesmo acontecendo no mundo real…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s