[Dicas de Inglês] – Tomato, tomato

[Post deletado a pedido do autor do texto]

Anúncios

13 Respostas para “[Dicas de Inglês] – Tomato, tomato

  1. Nadir Araújo,

    por favor, faça back up de seus artigos.

    • Nadir Araújo

      Frederico,

      O mundo já está tão cheio de problemas, que tal vivermos em paz?!

      Eu já expliquei de todas as formas que a fonte do texto foi omitida por engano e que não tenho o hábito de plagiar, além de que eu já coloquei a fonte no post, mas não sei o porque você insiste em não entender e pior, fica aí criando caso.

      Como tento manter a diplomacia, vou deletar o SEU texto, mas não por temer as suas ameaças de denunciar meu blog, e sim porque não vou ganhar nada em ficar aqui tentando explicar algo que você insiste não entender.

      • Nadir,
        muito obrigado pela exclusão do artigo em seu blog. Vou lhe dar um conselho de blogueiro: você tem massa cinzenta e qualificação para gerar conteúdo próprio. Somado a isso, você sabe editar HTML. Se eu fosse você, eu geraria conteúdo próprio. As pessoas não querem ver cópias. Os blogs de sucesso têm conteúdos originais. Pense nisso.

        • Nadir Araújo

          Frederico,

          Você já leu TODOS os posts do meu blog? Provavelmente não, então você não pode julgar todas as postagens tomando uma, duas ou três por base, concordas comigo?! Aqui tem mais textos proprios do que seu julgamento pode imagianar. Volto a dizer o que já repetí incontáveis vezes nos meus comentarios aqui: o foco do meu blog N-Ã-O é o estudo da língua inglesa, sendo assim eu não tenho que me preocupar em produzir textos do gênero, copio aqui as dicas de inglês porque quero compartilhar com meus leitores o que encontro de interessante na rede e não vejo nada demais nisto.

          A questão do plágio é errada sim, condeno isto e é óbvio que eu não gostaria de ver algum texto meu em páginas alheias sem que a fonte fosse mencionada, mas eu já lhe expliquei varias vezes que esse fato com o seu texto foi um caso isolado, uma falta de atenção minha e que eu NÃO TENHO O HÁBITO de fazer esse tipo de coisa, tanto que você pode encontrar dezenas de outros textos que não são meus e todas as referencias estão lá.

          As pessoas não querem ver copias… Hummm não sei se eu deveria julgar toda a população mundial baseada na opinião de um grupo isolado, mas digamos que algumas pessoas ou muitas pessoas não gostam de ver copias sim, mas há também o grupo daquelas que gostam de ver informações, independentes se estas são copias ou não, até porque o que é copia pra uns pode não ser pra outros, e que fique bem claro que não estou defendendo a pirataria, estou me referindo a encontrar o mesmo texto em páginas diferentes, é lógico que os créditos tem que estar lá sempre. De qualquer forma, meu blog não é composto unicamente de copias, e apesar de elas existirem aqui, nunca foram problemas aos meus visitantes, muito pelo contrario, essas copias acabam sendo pontes que levam os meus leitores a conhecerem outras modalidades de blogs. Bom, as pessoas são livres para analisarem a vida da forma que melhor lhes parecer, uns constroem pontes, já outros preferem construir muralhas…

          Pra finalizar, mais uma vez te convido a olhar meu blog de forma mais horizontal e perceber seus equivocos em relação ao conteúdo proprio que você insiste em não encontrar.

      • Nadir,

        Conselho de amigo: fique atenta ao que diz os termos de uso do WordPress quanto a propriedade dos artigos de terceiras pessoas e as consequências de publicar artigos alheios sem autorização: http://en.wordpress.com/tos/

        Não estou lhe fazendo ameaças. É que vejo que você escreve muito bem. Muito bem mesmo. E você não precisa de artigos de terceiros para fazer um blog excelente.

        Outra coisa: verifique as dicas do blog http://www.criarsites.com para aprimorar ainda mais seu site. Com as dicas do Criar Sites, meu blog cresceu rapidamente. Seu blog está precisando adquirir qualidades para SEO (técnica que aumenta gradativamente o número de pessoas para seu blog).

        Vou lhe dar uma dica: eu tinha uma caixinha de assinatura de feedburner pequena igual a sua. Não conseguia a assinatura de ninguém. A partir do momento que fiz uma caixa bem grande e coloque debaixo dos artigos, meu número de assinantes aumentou muito. De janeiro/09 a abril/10 eu só tinha conseguido 50 assinantes. Quando coloquei um formulário bem grande abaixo dos artigos, comecei a receber várias assinaturas. Em 6 meses conseguir mais de 1500 assinaturas. Pense nisso.

        Até mais.

        • Nadir Araújo

          Olá Frederico,

          Agradeço as dicas, vou dar uma olhada no site.

          Quanto a copiar textos de terceiros, é o que eu já expliquei aqui, não faço isso na intenção de me promover e sim na intenção de compartilhar informações, e a prova disso é que sempre cito as fontes. O caso do teu texto foi um fato isolado e que já foi consertado.

  2. Mentalidade pequena desse cara… Eu mesma SÓ conheci o “english experts” por causa DESTE site da Nadir…

  3. Nadir Araújo,

    Plágio vem do latim “plagiu”, que significa oblíquo, indireto, astucioso. O plágio é antiético (ou imoral) no Brasil, e é qualificado como crime de violação de direito autoral.

    Recomenda-se pôr sempre créditos completos para o autor, seguindo as normas da ABNT, para evitar acusação de plágio quando se utilizar PARTE (PARTE) de uma obra intelectual na criação de uma NOVA (NOVA) obra.

    O artigo Tomato Tomato está no English Experts, mas é assinado por mim. Fiz o artigo exclusivamente para o EE . Não fiz o artigo para seu blog. Inclusive seu blog não aceita “guest post”. O fato de você republicar na íntegra o artigo prejudica o EE e a mim. O fato do artigo Tomato Tomato aparecer em seu blog desvia possíveis pessoas que poderiam consultar o EE a respeito do assunto para seu blog. Você acha isso ético e legal?

    O fato de você copiar artigos na íntegra e mencionar a fonte, ainda assim, é plágio. Você reproduzir trechos, fragmentos e mencionar a fonte é aceitável. Mas você não faz isso. Você usa CTRL+C CTRL+V. Assim, até eu sou capaz de produzir livros em questão de segundos.

    Mas não é só isso. Para minha surpresa, você republicou outros artigos do EE. Peço que pare com essa prática. Se houver denúncia de plágio, em 1 dia seu blog é banido do WordPress. E o WordPress tira você do ar sem aviso prévio. Peço gentilmente que você retire todos os textos que você copiou do EE que são assinados por mim.

    Sinceramente, pela sua resposta, estou certo de que você é capaz de produz textos originais, exclusivamente seus. Intelecto e capacidade de expressão você tem. Use sua capacidade intelectual para revelar seu mundo interior e molda o mundo externo. Eu gostaria de ler textos exclusivamente seus. Certamente, eu aprenderia coisas novas a respeito desse mundo.

    Leia isso: http://ogritonoticias.blogspot.com/2010/06/denucniar-plagio-wordpress-copia-ilegal.html#

    • Nadir Araújo

      Concordo com você, mas o plagio é antiético quando a pessoa o faz no sentido de obter créditos para sí através de idéias alheias, o que nem de longe é meu caso, e a prova disso é que SEMPRE coloco a fonte de onde eu tiro as dicas, não coloquei no SEU texto por descuido e espero que isso tenha ficado BEM claro pra você.

      Os textos relativos a língua inglesa que eu coloco aqui no meu blog são copias de textos originais de diversos blogs do gênero e sempre copio os textos na integra sim. Qual é o problema?! Uma vez que está explicito lá que o texto não é meu e de onde ele foi tirado, eu não vejo nada prejudicial. Se determinada dica foi útil e acrescentou aos meus conhecimentos, qual o erro em repassar essa dica da mesma forma como eu a encontrei?! Ao meu ver é até bom para os blogs correspondentes, porque levadas pelas curiosidade os meus leitores podem fazer uma visita a esses sites e assim tornarem leitores assíduos.

      Ah e um pequeno detalhe, aqui no meu blog eu não tenho a intenção de me tornar expert em dicas de inglês ou muito menos publicar um livro do gênero, repito: o foco do meu blog NÃO é o aprendizado de línguas estrangeiras. Posto essas dicas apenas para compartilhar com meus leitores o que encontro de bom por aqui, e não vejo nenhum crime nisto.
      Agora se sua preocupação está focada unicamente em divulgar o autor do texto, aí já é outro departamento. Entendo que se o nome não está lá explícito, as pessoas que tiverem acesso ao mesmo não adivinharão quem o criou, mas eu nunca me preocupei em colocar o nome do autor de cada texto porque achei que deixar explicito apenas o site onde a dica foi encontrada já era suficiente, porque meu foco sempre foi as dicas relativas a língua inglesa e não os autores das mesmas, mas respeito o seu ponto de vista e se ter o seu nome explícito nos textos é importante, não se preocupe, ele será colocado lá, e pode ficar tranqüilo que de agora em diante terei o cuidado de não postar textos de sua autoria. É uma pena, suas dicas são muito interessantes e elas poderiam acrescentar aos conhecimentos das pessoas do meu ciclo de amizade.

      E pra finalizar, fica aqui o convite para você ler os textos de minha autoria, meu blog está com quase 300 posts e garanto a você que a GRANDE maioria deles não são plagiados, e só pra reforçar, aqueles outros que são plagiados não foram na intenção de auto promoção, mas apenas na intenção de compartilhamento.
      Fica na paz!

  4. Seu blog está hospedado na plataforma WordPress. Se ler o contrato, você verá que o WordPress deleta qualquer blog que está envolvido em pirataria. Basta o autor do artigo original denunciar. Se eu apresentar o link original e o link cópia, você terá seu blog banido do WordPress. Entendeu?

  5. Eu sou o autor do artigo que vc republicou aqui. Você sequer mencionou o autor do artigo nem a fonte. Outra coisa: quando você plagiar artigos de outros blogs, vc prejudica não somente os blogs das outras pessoas, mas também o seu blog. O Google não identifica imediamente quem é o original, quem é o pirata. Por isso, peço que você mencione o autor do artigo em seu blog e melhor ainda que pare de plagiar para o bem do blog das outras pessoas e para o bem de seu próprio blog. Seja perfeccionista na arte de mencionar fonte.

    • AFFFFFFFFFFFF Vamos brincar de ter educação meu filho !!!!!!!!!!
      Existem maneiras e MANEIRAS de se falar algo… em momento algum ela disse que foi a autora da ‘dica’, assim como eu duvido que você também não tenha copiado de algum lugar…

    • Nadir Araújo

      Olá Frederico, boa tarde.

      Sou leitora do English Expert e foi de lá que tirei a dica, na verdade todas as dicas de inglês que posto aqui são de sites que acompanho e se você observar outras dicas verá que no final de cada texto está a fonte correspondente, a questão é que quando postei essa última dica eu estava no meu ambiente de trabalho, em cinco minutos de tempo livre que tive e a pressa me impediu de perceber que eu havia esquecido de mencionar a fonte. Seres humanos estão sujeitos a erros involuntários, até mesmo os perfeccionistas. Não tenho o hábito de plagiar artigos alheios, condeno quem assim faz, sem contar que o foco do meu blog não é a língua inglesa, então não haveria motivo algum de sair copiando dicas alheias e colocando aqui como se elas fossem minhas.

      Até entendo tua indignação, mas antes de me julgar e ameaçar denunciar meu blog, seria bem mais nobre se você tivesse procurado me conhecer um pouco melhor e procurado saber se o erro supostamente cometido por mim foi proposital ou não. De qualquer forma, está aí a explicação dada e fica a dica, antes de condenar as pessoas é sempre bom checar se nosso julgamente condiz com a realidade dos fatos.

      Abraços e fica na paz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s