Por que o mal alcança os bons?!

A distância entre a alegria e a tristeza pode ser muito inferior ao que nossa lógica humana pode imaginar. Agora fazemos planos para um futuro repleto de momentos felizes, mas daqui a pouco esses mesmos planos podem se perder em um presente que nem de longe estava em nossos pensamentos.

Exatos cinco meses atrás estávamos com felicidade para dar e vender. Éramos em 27 no total e desses 27 formamos nosso grupinho de oito, onde estava um, podia ter a certeza que os outros sete estariam alí por perto. Dividimos o tédio das infindáveis horas de vôo, a emoção de estar na Terra Santa, a boa vida de comer, passear e dormir, nos divertimos muito tentando falar uma língua que não dominávamos, compartilhamos a raiva do vôo cancelado e a euforia da estadia gratuita nas terras do Papa.

Enfim, foram duas semanas de muita felicidade. No aeroporto, já em solo brasileiro, tivemos que nos separar, mas os planos não pararam por ali, a lista era infinita e com certeza outros encontros como aquele já estavam agendados, e tudo estava bem até que retornei do trabalho hoje a noite…

O dia hoje pra mim não foi dos melhores, entre tantas coisas esperadas, outras fora de script apareceram pra tirar a minha paz, alguns planos desfeitos e outros desapontamentos que deveriam ser mandados pra Faixa de Gaza, mas de alguma forma eles insistiam em ficar aqui bem no meu caminho. Voltei pra casa tentando colocar o foco no poder de Deus, melhor do que passar o resto da vida focando a luta vã contra o espelho…

Quando chego em casa recebo a noticia que todos os planos feitos a cinco meses atrás tiveram que ser esquecidos, pelo menos por enquanto. Ein?! Como assim?! Isso mesmo! O meu amigo havia sofrido um acidente e agora estava em uma cama no hospital com o corpo paralisado, o voltar a se mover depende de uma cirurgia de risco que não tem dia marcado porque as ferramentas precisam ser trazidas de outro estado.

Cinco meses atrás estávamos correndo pelas ruas de Jerusalém e nos divertindo com a simpatia dos comerciantes árabes e judeus. Cinco meses atrás ele estava todo feliz planejando conhecer a Suiça com a esposa no próximo ano, cinco meses atrás planejamos passar uma tarde de domingo qualquer juntos com a familia dele. E agora?! Agora ele está imovel e o futuro é incerto.

O pior não é nem o fato em si, o pior é entender por que isso teve que acontecer logo com ele. Por que uma pessoa tão boa teria que passar por esse tipo de sofrimento?! Por quê?! Tudo bem, o sol ilumina bons e maus, logo todos estão sujeitos ao sofrimento, mas me desculpem, eu não consigo entender por que o mal alcança os bons…

Tudo que peço a Deus agora é que poupe sua vida e que acima de tudo não permita que ele fique tetraplégico…

😦

Anúncios

4 Respostas para “Por que o mal alcança os bons?!

  1. Pingback: Retrospectiva 2010 | AbStRaTo – O Diario de uma Perfeccionista

  2. Pingback: Ele está andando!!! | AbStRaTo – O Diario de uma Perfeccionista

  3. Até as palavras somem numa hora dessas…
    Como diz uma velha amiga, talvez a questão não seja “por que” (motivo) mas sim “para que ?”(finalidade).
    Estará nas minhas orações para que atravesse essa fase da melhor maneira possível.

  4. Não há remédio para este tipo de dor. Nem respostas para suas perguntas.
    Porém,use como exemplo o que aconteceu com Jó. Ou melhor tenha Jó como seu exemplo de aceitar o que Deus determina.

    Tudo é pela Permissão de Deus.

    Cada lágrima: Permissão de Deus. Cada sorriso: Permissão de Deus.
    Cada Conquista: Permissão de Deus. Cada Perda: Permissão de Deus.

    Oremos pelo futuro de seu amigo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s