Tempo perdido

Acesso meu e-mail e encontro algumas brazucas desesperadas. Elas namoram algum árabe que encontraram vagando por essa imensidão virtual, acharam meu blog nem sei como, descobriram que já fui casada com um egípcio que conhecí na net e agora querem conselhos a respeito de relacionamento a distancia. Eu não gosto de dar conselhos, principalmente quando estes tem a ver com questões pessoais, mas tudo bem, se a pessoa pede é porque está aberta para recebê-lo, e se de alguma forma eu posso ajudar…

Digamos que eu não sou a pessoa certa para dar conselhos a respeito de namoro virtual ou casamento de brasileiras com egípcios. Vocês que me acompanham desde o início devem lembrar que meu casamento com o egípcio não deu certo e a minha experiência como moradora no Egitão não foi das melhores. Depois de tudo isso eu passei a ver a vida de uma forma mais racional.

É possível encontrar a felicidade em um relacionamento virtual sim, é possível haver um bom casamento entre uma cristã e um muçulmano, é possível a brasileira ir morar no Egito e ser feliz, como da mesma forma é possível o egípcio vir pra nossa terra e crescer na vida, mas as coisas não acontecem de forma tão simples assim, o caminho para essa felicidade é longo, o processo é as vezes doloroso e pode acontecer de uma das partes não estar preparada para isso.

E daí que me aparece aquelas brazucas apaixonadas que vão largar tudo pra casar com o “bonito da pirâmide”, os e-mails vem carregados de florzinhas purpurinadas e borboletas brilhantes pra todos os lados, ela diz que ele é perfeito e que ela o ama, e aqui estou eu com aquela cara de ‘já ví esse filme antes’. Ela vai casar com ele, mas ela sabe muito pouco da vida do cara, do Egito ela só conhece as histórias faraônicas que a gente aprende no Ensino Fundamental, e o pior de tudo, não sabe quase nada de como funciona a vida em um país onde quem manda é a religião. É, mas vai largar tudo e se mandar pra casar com ele…

E daí que eu perco um tempo desgraçado contando a minha experiência, que não foi nada boa, mas claro que minha vida não é regra pra ninguém, então, conto experiências que deram certo, mas a vida dos outros também não é modelo pra ninguém, então tento mostrar como que é a realidade de vida no Egitão, como que são as regras do bom viver no mundo muçulmano, como que é o temperamento da maioria dos homens árabes, a realidade econômina do país, o que ela tem que abrir mão caso queira ver o marido e a sociedade egípcia com um sorrisão nas orelhas… sei que no final das contas fico quase com calo nos dedos, envio o e-mail e fico aqui com cara de paisagem esperando a resposta que nunca vem…

Sabe porque muita gente quebra a cara na vida?! Porque escolhe enxergar apenas aquilo que quer enxergar. A brazucada apaixonada quer ouvir que uma estrangeira que casa com um egipcio é a mulher mais sortuda da face da Terra, que ela vai ter um palácio faraônico a beira do Rio Nilo e um escravo para fazer todos os serviços que ela deveria fazer, se ela vivesse aqui no Brasil. Porque vocês sabem né, o homem egípcio é diferente de qualquer outro homem desse planeta, casamento com eles é garantia de felicidade eterna. Não importa as diferenças culturais, ela vai pro Egitão e lá ela pode se comportar exatamente como ela se comporta aqui no Brasil, e se o egipcio vier pra cá também, afinal, o homem egípcio é uma reencarnação de Amon-Rá e por isso ele é respeitado onde quer que vá…

Ai gente, eu tô de saco cheio, sabia?! Não é que eu não acredite em felicidade entre brasileiras e egípcios, é claro que essa felicidade é possível, mas o fato é que em um relacionamento desses há detalhes que devem ser analisados de forma cuidadosa, o amor é lindo mas o dia a dia nem sempre é colorido, aí depois a gente tem que escutar comentários do tipo: “Ahhh se eu soubesse que seria assim…”. Aí da vontade de dizer: “Ahhh eu bem que tentei avisar…”

Anúncios

4 Respostas para “Tempo perdido

  1. Flora Selanski

    Nadir, ajuda sim! É bom saber e ajudar é uma dádiva para quem oferece o auxílio e para quem recebe. As vezes você não tem retorno porque simplesmente as coisas não aconteceram, o namoro se frustrou, a pessoa não foi para o Egito e vice versa.
    Minha filha está namorando um rapaz egípcio, divorciado.Eu falo com ele. Ele diz que virá ao Brasil e a mãe dele quer que ele ensine a minha filha as regras do islã.
    Ela é aberta ao conhecimento, mas om certeza nós somos fruto da nossa cultura.
    Vamos ver no que vai dar… Se ele vier… prometo, te conto, tá bom!

  2. Esse merece um email, vou escrever, aguarde 😉

  3. Nadir, vc eh a melhor rs
    Mas muie, olha, nao gasta teus lindos dedos digitando tudo novamente, faz assim, salva como rascunho e manda a mesma coisa pra todas, pq por mais que vc diga o que eh a realidade a besta so vai acreditar qdo chegar aqui e ver que o paraiso eh o inferno.
    E digo mais, que pensem no futuro laaaaaaa na frente, na velhice ou nao!
    Pq se o marido morre e a esposa eh crista ela nao leva nada, nao tem direito a heranca e se eh muslim fica com 1/8 de tudo o que estava no nome do marido, o mesmo acontece se a esposa morre.
    Entao, nao eh coisa de materialismo, como diz meu marido, eh ser realista e pensar que aqui neste pais nao ha futuro pra ninguem e as tontas que acham que os seus faraos sao os anjos com aurelas da cabeca, boa sorte, logo descobrirao que sao lobos em pele de cordeiro, nao perde mais tempo nao, Nadir.
    Eu tb cansei, por isso qdo me escrevem nao perco meu tempo digitando, ja ta salvo no rascunho e tb nao espero resposta pq elas pensam que iremos dizer o que elas querem ouvir, que aqui eh o paraiso faraonico e vivemos sob a protecao de tutankhamon, nefertite, ramses e cleopatra.
    Entao ta ne..
    bjo

    • Oh mulher e eu não sei que deveria fazer isso, mas no final das contas acabo respondendo cada e-mail com exclusividade, mas sinceramente estou ficando farta da falta de atenção desse povo… de verdade!!

      Quando a gente tenta alertar, logo a brazucada pensa que estamos com inveja da “felicidade” delas, no meu caso que casei com um egípcio e deu errado, logo pensam que acho que poruqe deu errado comigo tem que dar com todo mundo… é complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s