Idosos se casam de novo mais de 50 anos após divórcio

Dá só uma olhada nessa notícia

Em 1941 eles se casaram, em 1954 se separaram e cada um foi viver a sua vida, a única ligação entre eles era uma filha, mas fora isso eles praticamente não mantiveram contato por longos 50 anos. Ambos tiveram outros casamentos, mas ficaram viúvos. Depois que a segunda mulher dele faleceu, ele tentou uma reaproximação com a primeira esposa e sabe o que aconteceu?! Eles se casaram de novo!

Que romântico não é não?! É por isso, e tantos outros detalhes, que eu sempre digo que só se ama uma única vez na vida. Em matéria de relacionamento amoroso a gente pode gostar muito de várias pessoas, a gente pode ter uma admiração fora do comum por elas, a gente pode se sentir extremamente feliz em vários relacionamentos (um de cada vez é lógico!), mas em termos de amor, em seu mais essencial sentido, eu continuo achando que a gente só consegue isso uma única vez na vida…

Olha eles quando casaram pela primeira vez...

 

Anúncios

3 Respostas para “Idosos se casam de novo mais de 50 anos após divórcio

  1. Hummm…não concordo que só se ama uma vez na vida. E olha que ouvi essa frase da minha mãe ontem mesmo, ao comentarmos a possível reconciliação de um casal que se divorciou 2 anos atrás.

  2. Dyrdhra Rodrigues

    Eu já tinha lido essa reportagem. Tudo indica ele aprontou no passado, tanto é que ela deu fim as fotos de casamento, enquanto ele preservou. Com o tempo -e que tempo, héin?!- ela esqueceu, perdôo e resolveu dar uma nova chance. Mas, particularmente eu não considero isso ‘o’ amor da vida de ambos, como citado ao final da reportagem. Afinal, este mesmo amor poderia ter superado os percalços, ou os casamentos posteriores acabarem por que eles não poderiam ficar longe um do outro. Sem falar que em certa idade o que conta é mais a companhia, e não grandes emoções -esta às vezes é até nociva a saúde de alguns idosos. Sou uma pessoa que acredita que o amor constrói-se com base em vários expoentes. Essa coisa de amor à primeira vista não é amor, o que tem-se a primeira vista é PAIXÃO. Se os sentimentos sobreviverem ao desgaste e ainda persistirem independente de fatores de convivência, carência ou a tal con-vi-ni-ên-cia, até pode-se chegar a conclusão que o que rola é o almejado AMOR.
    abrçs e bom fim de semana

    • Concordo e muito com Glá e vc… tb não acredito que se ama só uma vez… Teu comentário foi perfeito na parte do perdão, percalços, companhia na velhice e princialmente na construção desse sentimento.
      Além de tudo isso, ainda entra a questão psicológica dos “ciclos”, certamente eles ainda não haviam fechado o ciclo do ocorrido entre eles no passado.
      Tem um comercial de chocolate q explica muito bem o processo do Amor, que erroneamente nomearam por “paixão”, mas a última frase o locutor esclarece que estavam falando a respeito do amor “o amor é inexplicável, mas tem umas coisas q vc pode entender”.
      “http://www.youtube.com/watch?v=XVrJ0C-IGL0”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s