11 dias de responsabilidade – Introdução

Teoricamente eu tenho uma grande família. Sou filha do segundo casamento de ambos, então tenho a familia do lado do pai e do lado da mãe. Do lado de lá são, 5 irmãos, 2 cunhados, 2 cunhadas, 22 sobrinhos (alguns sobrinhos segundos) e mais uma penca de filhos de uns sobrinhos que não conheço. Meu pai não brincava em serviço. Do lado de cá tenho 1 irmão, 1 cunhada e 2 sobrinhos. É gente que não se acaba mais…

Bom, família é um negócio meio complicado né, e quando é familia “por parte”, nem sempre rola aquela química de familia “por inteiro”, principalmente os por parte de pai. Não sei explicar direito, mas compartilhar apenas a fonte de espermatozoide parece não ter o mesmo sentido de compartilhar a casinha apertada pelos nove meses de formação. A segunda ligação parece ser bem mais forte…

Tenho um contato mais intenso com meu irmão por parte de mãe, e apesar do contato com a familhança por parte de pai se resumir a dois encontros por ano: um no meu aniversário e outro na ceia de natal, nos entendemos bem. Entendo também que todos são casados, moram em outras cidades, uns em outros países e tem lá suas ocupações.

Mas como eu estava dizendo no começo, teoricamente, como vocês viram, minha família é enorme, mas na prática mesmo só é eu e minha mãe aqui em casa. Meu pai? Faleceu em 1994.

Com uma familia desse tamanho, era de se esperar que meu pai tivesse tido a preocupação de morar numa casa proporcional, mesmo já tendo casado todos os filhos do primeiro casamento, mas dia dos pais, aniversário, feriado, natal, ano novo e afins, a familhança tinha destino certo e era preciso muito espaço pra todo mundo. Meu pai se foi, os contatos diminuiram, mas a casa ficou aqui pra duas pessoas.

A casa é ótima, da pra brincar de esconde-esconde aqui dentro, sem contar que nada lá fora incomoda, pode estar acontecendo a III Guerra Mundial na casa do vizinho ao lado, e aqui dentro a gente não escuta nem um dos tiros, o único problema é que o contrário também é verdadeiro… Espero nunca precisar da ajuda dos vizinhos!…

E daí que minha mãe resolveu viajar, passar 11 dias fora e a mulher maravilha aqui resolveu tomar conta da casa sozinha. Apesar de ter essa penca de irmãos, mas na prática eu vivo uma vida de filha única, e sabem como é vida de filha única né?! Se virar sozinha é sinônimo de que tudo pode dar errado…

Claro que minha mãe queria chamar uma amiga, uma irmã, uma sobrinha, o pastor lá da igreja, o delegado da cidade, quem sabe o segurança da presidente Dilma ou quem sabe do Barak Obama, o FBI, a CIA… tudo pra que eu não me sentisse sozinha ou desprotegida, mas claro que a mulher maravilha aqui, super poderosa não teme a nada e resolveu encarar esses 11 dias sozinha…

O que aconteceu?! Conto a vocês amanhã… Aguardem!

Anúncios

4 Respostas para “11 dias de responsabilidade – Introdução

  1. Que gostoso!!! Pelo menos eu acho!!! Ficar sozinha em casa sem pai e mãe!!! Espero que vc tenha se divertido muito!!!! Porque eu sempre me divirto quando estou a sós!!! rsrsrs A imaginação vale longe!!!rsrsr

  2. Lembrei de quando a minha mãe viajou pra SP e passou 1 mês na casa da minha tia… não aconteceu nada demais comigo, só a saudade q foi grande… minha mãe às vezes (muitas vezes) esquece de enxugar o balcão do banheiro, mas eu nunca reclamei com ela, apesar disso me irritar; pois bem, durante o mês q ela passou fora, o balcão do banheiro ficou impecável, mas teve um dia menina, que eu olhei , vi tudo enxuto e meus olhos se enxeram de lágrimas com saudade da baguncinha dela…
    😉

  3. rsrsrsrsrs…. Fiquei curiosa, mas como visito o seu Blog todos os dias, não tem problema….

  4. Eita, já estou ate imaginando….

    Beijos e fiquem com Deus

    Barbrinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s