11 dias de responsabilidade – A víbora assaltante

Não é que eu tenha propriamente medo de ficar em casa sozinha, até mesmo quando era adolescente, poderia ficar em casa sozinha sem problema algum, mas é que noite é sempre noite né e ser humano é sempre ser humano, é bem mais provavel que a nossa mente fique imaginando o ladrão descendo pelo teto do que papai Noel descendo pela chaminé…

A noite chegou e comecei a preparação pra me entregar ao berço, fechei todas as portas, revisei tudo umas trocentas vezes e fui pra cama. Apesar de estar muito cansada, não conseguí dormir imediatamente e ao invés de pensar, por exemplo, em como preservar o meio ambiente, fiquei pensando no que fazer caso um ladrão resolvesse sortear a minha casa. Dormí.

De repente meu sono foi interrompido por  um barulho que vinha da direção da área de serviço, era minha criaçãozinha de 23 periquitos que gritavam e pareciam voar desesperadamente batendo uns nos outros. Claro que eu não pensei que fosse papai Noel trazendo o presente atrasado de Natal ou que de repente alguma fêmea tivesse colocado um ovo e eles estavam comemorando a possivel vinda de mais um integrante da família, na minha cabeça eu já tinha feito a imagem acústica do ladrão com touca preta ninja, arma em punho e gritando “cala a boca senão eu atiro!”

O que fazer?! Ligar pro vizinho e dizer que tinha um barulho suspeito vindo da area de serviço? Ligar pra policia? E agora?! Me levantei com o coração batendo no último fio de cabelo e marchei, no escuro, em direção a area de serviço. Fiquei caladinha atras da porta tentando ouvir as passadas do ladrão, mas só ouvia os passarinhos se debatendo, liguei a luz da area e fiquei esperando o que aconteceria depois, não ouvi passadas de ninguém, mas os passarinhos haviam se acalmado…

E agora? Abria a porta e via o que estava acontecendo ou voltava pra cama na tentativa frustrada de recuperar o sono?! E se o ladrão estivesse escondido? Não era do cabo de vassoura que ele ía ter medo, garanto!

Abri a porta e o que ví?! Uns passarinhos ofegantes na parte baixa do viveiro, outros pendurados de cabeça pra baixo, outros empuleirados com as asas e bicos meio abertos e lá no canto, por trás do viveiro uma víbora assustada, com cada olho DESSE TAMANHO, ofegantérrima sem saber pra qual direção correr. Se eu estivesse armada, tinha dado um tiro bem no meio dos miolos da vibora, mas como não estava, voltei pra cama e tentei dormir.

Depois descobri que na verdade a tal víbora dorme todas as noites atrás do viveiro. Na noite do suposto roubo ela deve ter batido no viveiro e o barulho assustou os moradores ‘da casa’. Da um look na foto, olha lá a vibora…

Anúncios

10 Respostas para “11 dias de responsabilidade – A víbora assaltante

  1. rsrsrsrsrsrs, imaginei que a tal víbora era uma cobra… enorme e até me assustei… pensando como ela conseguiu dormir com uma cobra em casa…
    rsrsrsrs, está de parabéns…

    • 😀
      Não sei porque mas essas lagartixas branquinhas e pequenas são chamadas de víboras por aqui, e aquelas grandes que parecem dinossauros em miniaturas a gente chama de lagartixa…

  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Tadinha da lagartixa e dos passarinhos pelo susto que tomaram! rsrsrsrs

    Mas q susto eu tomei com teu post! No começo, parecia que tava contando sobre assalto mesmo, fui ficando agoniada! hahahahahhah

    Só que eu já não mato: eu deixo ela quieta, já que ela contribui no controle de insetos… Fico até observando a bicinha rsrsrsrs

  3. víbora?? mas que víbora?? víbora pra mim é uma serpente, novo vocabulário… aqui chamamos de lagartixa, eu qdo criança chamava de gata chica

    • Não sei o motivo, mas aqui a gente chama de víbora, pelo menos foi assim que me ensinaram O_o
      Lagartixa eu chamo aquelas pretonas grandes que parecem mini dinossauros

  4. Cada olho deste tamanho…rsrsrsr… eu tenho medo desses bichinhos todos … uma vez entrou uma aqui no meu apto, não sei como, pois moro no 2º andar e se contar com o térreo é 3º andar, eu dei um grito qdo vi a danada… kkkkkkkkk

  5. Nadir, eu me divirto com seus posts.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s