Um ex presidiário merece uma chance?

E lá estava eu passando de um canal pro outro na TV, quando paro em um debate sobre os ex presidiários. A pergunta era a seguinte: “Eles merecem uma chance?”

Aí aparece a mãe de um deles na sofrida Odisseia da visita semanal ao filho que tá preso por tráfico de drogas e em seguida aparece o rapaz com aquela cara de arrependido e prometendo céus e terra de mudança de comportamento. Claro, quem não se comove?!

Aí um deputado lá disse uma coisa que achei bem interessante,  que se comovia sim com aquela mãe sofrida que ía à cadeia visitar o filho detento, mas se comovia mais ainda com aquela mãe que vai ao cemitério visitar o filho morto, vítima de um desses caras que estão na prisão…

Pra falar a verdade, eu tenho uma enorme dificuldade em confiar nas pessoas e se elas aprontam uma vez, meu subconsciente automaticamente já acha que a segunda pode estar a caminho, mesmo que eu tente seguir aquela coisa bonitinha que diz que as pessoas merecem uma chance.

E vocês, confiariam em um ex presidiário?

Anúncios

6 Respostas para “Um ex presidiário merece uma chance?

  1. sim eu acho que merece e tem o direito de errar e tem que aver sim uma segunda chance pois quem somos nois pra julgar alguem pra julgarmos alguem e preciso sermos muito melhores e nunca ter errado mais como se errar e humano….. Pense bem errar e humano ……..

  2. Acho que todos merecem uma segunda chance!!! Mesmo cometento os crimes mais barbaros que já vi. Mas o problema está que são poucos os que se agarra a segunda chance que a vida lhes dá!!! Conheço muitos pais que perderam seus filhos (as) pela mão de outros! E assim mesmo perdoaram os criminosos! Se eles que perderam deram uma segunda chance as esses, perdoando e esquecendo! Porque eu que nunca perdi uma pessoa pela mão de outros, não daria uma segunda chance!!! Já vi muitos mudarem da água para o vinho!!!

  3. Jéssica Santiago

    Uma coisa é um presidiario ou outro. È obvio que existem casos que a pessoa não quer mesmo se livrar do crime, mas você também não acha que existem pessoas que merecem uma segunda chance na vida?
    Se eu erro e pago pelo meu erro, eu posso e devo ter direito a ter uma vida social digna igual a qualquer outra pessoa?
    Cabe a ela decidir.

    • Olha, eu sei que é preconceito da minha parte, mas sinceramente eu não confio. As pessoas tem chance de recuperação sim, mas daí como que vamos saber se aquela pessoa tem mesmo a intenção de mudar? Eu prefiro não dar confiança. Acredito que a mudança é possível, mas até vê-la na prática, eu não consigo dar minha confiança…

  4. Depende.

    O complicado é quando o cara é habituê de presídio, quando fez um passeio pelo Código Penal… aí fica difícil.

    Se o cara foi preso uma vez, cumpriu a pena toda corretamente, e não cometeu mais crimes, é caso a se pensar e dar uma chance. Se o cara acabou de sair da cadeia, mas tá procurando emprego, tomando vários nãos e não desiste, aí é caso a se pensar e dar uma chance.

    Tem que ressocializar quem quer ser ressocializado…

    Se a pessoa cumpriu a pena e não fez mais coisa errada, considero-a como se não tivesse feito.
    Há pessoas que fazem coisas erradas, criminosas e não são presas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s