Arquivo da categoria: Animais de Estimação

O mais novo membro da familia


Vocês já sabem que eu tenho uma criaçãozinha de periquitos ne? Então, esses dia a criação aumentou. Look no video… 🙂

Anúncios

Uma visita inesperada na sessão fotográfica


E lá estava eu na área verde aqui de casa, fazendo umas fotos do meu bichinho de estimação, umas fotinhas aqui, outras alí e por fim o levei ao pé de goiaba onde terminaria nossa sessão de fotos, quando eu ía colocá-lo em um dos galhos, olha só com que me deparo…

Olha o tamanho dessa lagarta! Fiquei mais arrepiada que ela… O_o

Meus top models =;)


Já contei a vocês que tenho uma “criaçãozinha” de 23 periquitos né?! Pois é, e entre eles tenho verdadeiros artistas que adoram pousar pra uma fotinha. Confiram…

 

A lógica de um periquito


Dizem que os animais são irracionais, mas na prática não é bem esta teoria que mostram meus bichos de estimação…

Tive uma fêmea que nunca conseguia dar cria, ela ficava dias a fio chocando os ovos que simplesmente secavam, e isso fazia com que ela ficasse lá toda triste a cada ninhada perdida.

Certa vez, ela e outra fêmea começaram a chocar simultaneamente e daí que eu tive uma ideia… Já imaginando que aquela seria mais uma ninhada perdida, peguei dois ovos da outra fêmea e coloquei na fêmea “estéril”, assim ela poderia ter o sonho de ser mãe realizado…

Como já era de se esperar, os ovos da mãe verdadeira secaram, mas os dois da outra fêmea “deram cria” e a mãe estéril ficou toda eufórica com os filhotes, era perceptível a dedicação e o ciume que ela tinha pelos dois filhotes.

Aqui vem o detalhe: a mãe estéril era amarela e o pai verde, a outra mãe era azul e o pai branco. E daí que começaram a nascer as penas dos filhotes e sairam azuis…

A mãe falsa era só cuidado com a cria, que cá comigo eu acho que ela jurava que era mesmo dela. Só que quando as penas da cria começaram a nascer, inexplicavelmente a femea começou a maltratar e até a colocá-las pra fora da casinha, e por mais que eu colocasse os filhotes de volta, ela simplesmente os rejeitava, chegando até a ferí-los.

Desesperada, vendo a hora dos filhotes morrerem de fome, já que a falsa mãe simplesmente se recusava a alimentá-los, resolvi tentar a sorte e colocar os filhotes na casinha da mãe verdadeira que pra minha surpresa os acolheu com uma atenção inexplicável.

Agora diga aí se meus bichinhos de estimação se encaixam nessa teoria de que os animais são irracionais… Como explicar o fato da mãe falsa ser tão dedicada aos filhotes e depois que as penas deles começam a nascer ela os rejeita e como a mãe verdadeira aceita, normalmente, cuidar de dois filhotes já grandes que não nasceram na ninhada dela?!

Fico pensando aqui com meus botões que a mãe falsa olhou pra as suas penas amarelas, para as verdes do seu marido e não aceitou o fato do filhote ter nascido azul ou então quem sabe o transtorno que esse filhote de cor diferente causou no relacionamento dela, será que o macho achou que tinha sido traído?!

😀

Vossa Majestade, Malika


Quero hoje apresentar a vocês mais uma integrante da turminha daqui de casa. Ela se chama Malika, uma das mais graciosas da turma…

Close de Top Model

Escondida nas folhas secas da goiabeira =D

ZZZzzzZZZzzzZZZzzz

Praticando esporte radical...

 

Enquanto eu tomo banho, ela canta...

Olha só que coisinha mais meiga da minha vida!

Reuniãozinha de família em uma tarde qualquer...

Vossa Majestade, Kotoko!


Hoje quero apresentar a vocês a coisinha mais fofa da minha vida… 😉

Não lembro se já falei por aqui, mas eu tenho uma “criaçãozinha” de 23 periquitos. Sou fã de pássaros e periquitos em especial. Só pra vocês terem uma ideia, um dia desses uns alunos resolveram me dar presentes e adivinhem só o que eles escolheram me dar… Periquitos!!No meu aniversario ganhei três periquitos dos meus alunos, eu estava trabalhando e quando chego em casa eis que lá estavam os presentes cantando que era uma maravilha, e outro dia, do nada resolveram me presentear e foi hilario… Lá estava eu na escola, quando chegam três alunos. Uma delas com uma caixa na mão…

– Professora, a gente trouxe um presente pra te dar… 

 Em uma primeira olhada parecia uma simples caixa, até pensei ser chocolate, já que eles sabiam que eu sou uma chocólatra assumida, mas daí quando pego na caixa, percebo que estava bem leve e que alguma coisa estava se movimentando dentro dela e não demorou muito pra que eu reconhecesse aquele som familiar. Eram três periquitos lindos de viver. Agora imagina como que foi ficar com esses bichos até a hora de voltar pra casa… 😛

Bom, muitos desses periquitos que tenho, nasceram aqui em casa, o que me deu a chance de domesticá-los a ponto de fazer com que eles comam na minha mão ou fiquem soltos pelo jardim. Hoje eu quero apresentar a vocês a estrela principal da turma, é um macho lindinho chamado Kotoko…  

A única montagem aqui é o nome escrito na foto...

Olha ela soltinha no jardim de casa. Tá vendo essa cara de espantada?! Foi bem na hora que passou uma lagartixa perto do vaso da planta =D

E daí que ele derrubou o Big Ben =D

Montagem?! Nada!! Só coloquei uma foto de calendario atrás dela e click!

Kotoko por entre as folhagens do pé de acerola...

Olha só o detalhe na cabecinha inclinada... Não é uma gostosura?!

Em uma tarde qualquer em um lugar qualquer pelo jardim de casa...

 

:: Sarna em periquitos ::


P9120077

Esse aqui é Ahmed, tadinho... cheio de sarna no nariz =(

A-M-O passarinhos! Tenho uma “criaçãozinha” de 21 periquitos, cada um mais lindo do que o outro! Todos eles tem nome próprio, e por incrível que pareça, conheço a carinha de cada um. A grande maioria nasceu aqui em casa o que fez com que eu pudesse dar uma educação bem peculiar e conseguir a proeza de adestrar alguns deles com tanta perfeição, a ponto de deixá-los soltos no jardim de casa e até conseguir que eles fizessem pose para fotos. Duvida?! Vou te mostrar daqui a pouco 😀

Muitos dos meus amigos e até alunos sabem dessa minha paixão por passarinhos e já chegaram a me presentear com alguns deles. Certa vez o filho de uma amiga minha chegou aqui em casa com uma femea amarelada, ela estava desorientada na rua da casa dele e ao vê-la, ele logo lembrou de mim. Perguntou se era do meu interesse ficar com ela, e obviamente eu disse que sim. Ela tinha uma aparencia estranha, o bico maior que o tamanho normal e uns caroços ao redor dos olhos, pensei ser algum defeito de nascença, mas não seria isso que me faria desistir dela…

Algumas semanas depois percebí que alguns dos outros passarinhos estava com umas manchinhas e uns cascões nos pés, aquilo me deixou preocupada, já há alguns anos eu criava aqueles passarinhos e nunca tinha visto nada parecido. Comecei a pesquisar e logo veio o diagnóstico: sarna! Imaginei que os passarinhos tinham sarna, mas na minha ingenuidade, eu pensava que a sarna neles fazia cair as penas e formava feridas na pele, até que descobrí que nos passarinhos a sarna faz crescer o bico de forma desordenada, nascer uns cascões em volta dos olhos e bico, e nos pés também, e o pior que pode levar o passarinho a cegueira e até a morte… 😦

Mais que depressa procurei saber como que curava aquilo e tomei conhecimento de uma pomada veterinária chamada DOLEMIL (R$ 9,00). Um santo remedio! Em poucas semanas aquela femea amarela feiosa que eu havia ganho, já estava com a carinha com bem menos cascões e os pés já totalmente limpos, já não se coçava tanto e dormia mais tranquila, os outros que haviam sido contaminados já estavam praticamente curados. Não posso negar o trabalho que deu, e ainda da, pra cuidar deles, já que temos que pegar um a um pra passar a pomada nas areas afetadas, imagina só fazer todo esse processo com 21 passarinhos… mas o resultado compensa o esforço, nada mais agradável do que vê-los saudáveis e felizes.

Fica aqui a dica da pomada, seque abaixo uma foto da mesma, com a minha garota propaganda mais linda de todas: Kotoko, uma periquitinha linda de apenas seis meses de vida, filha de Jannah e Hashid 🙂

P7160028

P7160027