Arquivo da categoria: Bizarras

Vai um ratinho assado ai?


Ratos se transformaram em um dos pratos favoritos na Tailândia. Assista ao vídeo.

Os roedores assados são agora uma iguaria tão popular que a procura já está maior do que a oferta.

Tailândia é o terceiro maior consumidor de carne de rato na Ásia, e já existe até a profissão de caçador de ratos.

Os fazendeiros dizem que os ratos capturados em arrozais são limpos.

Mas eles usam pesticidas nestes campos, o que pode contaminar os animais, por isso, é preciso cuidado.

Os especialistas afirmam que, se for preparada com higiene, a carne de rato pode ser uma fonte de energia sem riscos para os consumidores.

Fonte: G1

Anúncios

Hotel japonês para pessoas mortas


Agora, no Japão, os mortos podem ir para um hotel antes de ir para o cemitério. Se você já está achando isso estranho, vai se impressionar ainda mais sabendo que realmente existe um hotel muito luxuoso destinado apenas para cadáveres. Lá, os conhecidos do morto podem entrar e esperar até a hora da cremação com todo o conforto.

O hotel, chamado de Lastel, é dirigido por Hisayoshi Teramura e parece com qualquer outro edifício visto de fora. Tanto que não é incomum que jovens achem que é um hotel normal e peçam alojamento. Mas o hotel está longe de ser um lugar para amantes ou viajantes cansados. Ele é destinado apenas para quem já fez sua saída definitiva deste mundo.

O Japão necessita de locais como esse hotel, pois existe um tempo de espera de pelo menos quatro dias para um crematório. Com um total de 1,2 milhões de mortes no país em 2010, a taxa de mortalidade anual é de 0,95%, enquanto a média global é de apenas 0,84%.

Os japoneses aparentemente tendem a fazer alarde com funerais, comprando as melhores flores, caixões e serviços de memorial. Por isso, parece que Hisayoshi Teramura encontrou uma ótima oportunidade de negócio na área da morte.

Os cadáveres armazenados no hotel são colocados em caixões refrigerados que custam até 12 mil ienes (aproximadamente 280 reais). Eles ficam lá até que haja uma vaga disponível em um dos sobrecarregados crematórios da cidade.

Aparentemente, a entrada neste negócio não é tão difícil, pois não existem qualificações ou licenças obrigatórias. Um escritório e um telefone podem ser o suficiente para começar.

Teramura tem planos para expandir. Ele quer construir seu segundo hotel, que será ainda maior, capaz de armazenar até 40 corpos. Seus vizinhos, no entanto, nem ao menos devem suspeitar que eles dormem todas as noites ao lado de dezenas de cadáveres.

Fonte

Tribo indonésia amputa os dedos para demonstrar sofrimento


Pode parecer absurdo para nós, mas em algumas culturas, a amputação é uma forma comum de luto.

A prática é mais usada pela tribo Dani, na Indonésia. Os membros desta tribo cortam seus dedos como uma forma de mostrar sua dor e sofrimento nas cerimônias de funeral.

Junto com a amputação, eles cobrem seus rostos com cinzas e barro, como uma expressão de tristeza.

As mulheres, em sua maioria, eram sujeitas a este ritual doloroso. As crenças religiosas da tribo exigiam este tipo de rito. Se a pessoa falecida era considerada poderosa, acreditava-se que os seus espíritos conteriam poder igual. A fim de apaziguar e afastar esses espíritos, várias práticas chocantes eram feitas.

Meninas que se relacionavam com os mortos de alguma forma tinham a parte superior de seus dedos cortados. Antes de serem cortados, os dedos eram amarrados com uma corda por mais de 30 minutos. Após a amputação, as pontas dos dedos eram queimadas e as cinzas enterradas em uma área especial.

Outra explicação oferecida para o ritual é que a dor física simboliza o sofrimento e a dor devido à perda de um ente querido. Nesse caso, o dedo pode ser cortado por um familiar próximo, como a mãe, pai ou um irmão.

Em um ritual similar bizarro, as pontas dos dedos mindinhos de bebês eram arrancadas por suas mães. Essa prática pode ter se originado em um tempo em que a maioria dos recém-nascidos morriam por causas diversas. A esperança era de que, tirando a ponta do dedo do bebê, ele viveria mais tempo.

Hoje em dia, essa ritual é banido. Ainda assim, é bem fácil notar as mulheres anciãs da tribo sem a ponta dos cinco dedos.

Fonte

Pescando no vaso sanitário


E lá estava eu no WC de um restaurante, quando dou de cara com a placa abaixo…

A foto foi tirada com celular, não tá muito boa, mas tentem prestar atenção no quadro circulado de amarelo e no outro em laranja e me ajudem a interpretar essa imagem…

Na circulada de amarelo, o bonequinho está com um anzol e a linha do anzol está dentro do vaso sanitário, daí a gente entende que é proibido pescar, certo? Mas pelo amor Deus, quem é que em sã consciência vai levar uma vara de pescar pra dentro de um banheiro de um restaurante, e pra pescar o que?!

Essa outra imagem circulada de laranja… Por acaso alguém usa o banheiro nessa posição?! Estamos falando de banheiro pra humanos ou pra cachorros?!

Fico bestificada com a criatividade alheia…

A moda agora é malhar pelado


Uma academia, que fica na região basca da Espanha, teve uma ideia um tanto ousada para salvar seu negócio: começou a ofertar “treinamentos nus”. Sim, as pessoas malham peladas; o que, se for ver, não faz muito sentido, afinal as pessoas costumam ir a academias justamente porque não estão satisfeitos com seu corpo e querer mudar algo.

A proprietária da empresa, Merche Laseca, notou que as pessoas estavam frequentando menos a academia por causa da crise econômica. Ela precisava de algo novo para manter seu negócio à tona; depois de algumas pesquisas, a empresária descobriu que a região era um destino popular para os naturistas.

Na verdade, duas piscinas locais já estavam oferecendo sessões mensais de “natação nudista”. Há pelo menos 12 praias nudistas na região basca, e uma corrida nua é organizada anualmente na cidade vizinha de Sopelana. Sendo assim, ela imaginou que uma academia naturista não era uma má ideia.

Os nudistas acreditam que a prática de esportes sem roupa é natural e muito mais confortável. Mas o problema da academia nudista é a higiene: algumas pessoas argumentam que roupas são importantes quando se exercita, porque elas retêm mais suor, sendo que se as pessoas malharem nuas, o suor fica nas máquinas, no piso e até mesmo sobre outras pessoas.

Apesar de tudo, apenas quatro naturistas apareceram na inauguração das sessões nuas da academia, um resultado decepcionante, como a própria Laseca admite. Ainda assim, a academia vai funcionar com sessões naturistas todas as tardes de sábado e todo domingo.

HypeScience

[Mundo bizarro] – A galinha que se transformou em um galo


Um casal britânico se surpreendeu ao testemunhar que sua galinha de estimação, Gertie, estava gradualmente se transformando em um galo. E não, não se trata de uma piada do Dia da Mentira! Por incrível que pareça, esse processo natural de mudança de sexo pode acontecer com galinhas.

O primeiro sinal de que algo estava acontecendo com Gertie foi quando ela parou de botar ovos, de acordo com seus donos Jim e Jeanette Howard, de Huntingdon, Inglaterra. Em seguida, ela começou a imitar o andar dos galos, assim como passou a cantar como eles. Durante as semanas seguintes, Gertie engordou e desenvolveu a famosa crista de galo, característica normalmente visível apenas em machos. Ela passou a exibir uma plumagem marrom-escura, outro traço masculino.

”Eu sei que soa ridículo, mas posso assegurar que tudo é verdade”, sustenta Jim Howard. “As pessoas pensam que é um pouco estranho, mas aparentemente é uma daquelas coisas que simplesmente acontecem”.

Continuar lendo…